Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Polícia Civil prende homem que estuprava filha e netas em Porto Alegre

Conheça alguns escândalos que o Discovery Channel tentou esconder

Participantes de "Largados e Pelados" alegaram que o reality show não era tão verdadeiro assim. (Foto: Reprodução)

O Discovery Channel deveria ser sobre descobertas, não é mesmo? Mas atualmente o que estamos descobrindo são novos escândalos envolvendo o elenco e a equipe dos programas do canal.

A Discovery Communications, proprietária do Discovery Channel, do TLC e do Animal Planet, está habituada à controvérsia, seja enganando o público ou algo muito pior. A rede tem reality shows crivados de criminosos condenados – alguns dos quais são até pedófilos. Embora essas notícias geralmente levem ao cancelamento de um programa, é impossível não se perguntar por que o Discovery Channel parece ser um ímã para esse tipo de comportamento.

Dê uma olhada nos maiores escândalos da história do Discovery Channel.

Demissão de Bear Grylls

Não há muito que Bear Grylls não faça (ele até bebeu sua própria urina para sobreviver). Porém, o canal americano resolveu encerrar seu vínculo depois que o britânico se negou a participar de dois novos projetos além de “À prova de tudo” com os quais, aparentemente, havia se comprometido.

Em vez de deixá-lo ficar apenas com o programa que o tornou famoso, eles decidiram demiti-lo por indisciplina. “À prova de tudo” ficou no ar por seis temporadas graças às aventuras nas quais Bear Grylls era exposto com o objetivo de mostrar técnicas de sobrevivência em um ambiente hostil.

Família do Alasca

“A Grande Família do Alasca” tem sido objeto de muita controvérsia porque as pessoas não têm certeza de quanto do programa é realmente verdade. O reality tem como ideia central mostrar o cotidiano de uma família americana que vive há mais de 30 anos em locais isolados do estado do Alasca. Acontece que os participantes nem sequer são do Alasca e, de acordo com uma pesquisa feita pelo noticiário local, o reality foi filmado bem perto do Centro da cidade.

“American Guns”

A Discovery mostrou a obsessão dos Estados Unidos por armas de fogo em seu popular programa “American Guns”. O reality show girava em torno da família Wyatt. Eles têm um estabelecimento, localizado nos arredores de Denver, onde vendem e fabricam armas de todos os tipos, desde rifles de caça até canhões. Nenhum equipamento sai da loja sem antes ser testado.

O programa foi recebido com muita controvérsia pelo público. Seu último episódio foi transmitido em 2012. Acreditava-se que tragédias relacionadas a armas, como o tiroteio na escola primária de Sandy Hook, motivaram o cancelamento do reality.

Sem licença

Principal astro de “American Guns”, Richard Wyatt não estava autorizado a vender armas durante a gravação do programa. Em 2009, dois anos antes, Wyatt perdeu sua Licença Federal de Armas de Fogo por violar a lei (nunca ficou esclarecido qual lei ele desrespeitou). Mesmo assim, ele continuou vendendo armas em sua loja através de uma licença que pertencia a outra pessoa.

Quando alguém comprava uma arma na “Gunsmoke”, ele enviava para um outra loja chamada “Triggers”, onde a papelada era preenchida. Em 2016, o esquema foi descoberto e Richard Wyatt foi indiciado por vender armas sem licença.

Cancelamento de “Sons of Guns”

O que há os programas relacionados a armas do Discovery Channel? “Sons of Guns”, que se centra na “Red Jacket Firearms”, uma empresa que vende e fabrica armas personalizadas, foi cancelada depois que sua estrela Will Hayed foi presa pelo estupro de duas jovens quando elas tinham 11 e 13 anos de idade.

De acordo com a agência de notícias internacionais Associated Press, Hayden negou as acusações em seu depoimento. Porém, ele foi considerado culpado e pegou prisão perpétua sem direito a redução ou suspensão da pena ou liberdade condicional.

Tentativa de assassinato

O reality show de sobrevivência da Discovery, “Duel Survival”, foi alvo de polêmica quando o apresentador Cody Lundin entrou com uma ação contra a rede. O motivo? Ele teria sofrido ameaça de morte do co-apresentador Joe Teti durante as filmagens do programa em uma montanha da Noruega. De acordo com Lundin, os produtores faziam parecer que ele estava perdendo a cabeça, mas na verdade ele estava sendo ameaçado com um machado por Teti.

Esta foi a segunda vez que Lundin foi ameaçado por seu co-apresentador, que também tentou atingi-lo com uma lança quando estavam filmando no Havaí.

“Largados e Pelados”

O popular programa de sobrevivência da Discovery, “Largados e Pelados”, foi recebido com muita controvérsia quando os participantes alegaram que o reality show não era tão verdadeiro assim. Toda semana, um homem e uma mulher são colocados no deserto por 21 dias e forçados a descobrir como sobreviver. Se a produção ajuda os competidores, isso anula o propósito do programa.

De acordo com o “Daily Mail”, o programa supostamente alimentou um concorrente do sexo feminino com pão, arroz e comida para bebês, quando ela ficou doente. Ela também recebeu um suporte especial para evitar uma possível desidratação. Obviamente, o competidor precisava de ajuda porque sua vida estava em risco. No entanto, foi completamente desonesto não avisar o público que houve uma ajuda por conta da circunstância.

 

Deixe seu comentário: