Últimas Notícias > CAD1 > Jogando fora de casa, o Inter enfrenta nesta quarta-feira o Bahia com o desafio de manter no segundo turno do Brasileirão a boa campanha colorada

Construsul retorna a Porto Alegre com perspectiva otimista para o mercado da construção civil

Governador confirmou presença no evento, ao lado de outras lideranças empresariais do Estado. (Foto: Juliana Baratojo/Palácio Piratini)

Os avanços tecnológicos estão entre os grandes atrativos da 21ª Construsul – Feira Internacional da Construção, que ocorre entre quarta-feira (1°/08) e sábado (04/08), na Fiergs, em Porto Alegre. Esta edição também marca o retorno do evento à capital gaúcha, uma demanda apresentada pelo mercado, de acordo com os organizadores da feira.

“Voltamos a uma casa onde realizamos feiras por muito tempo, a partir de uma solicitação do próprio segmento. O visitante terá uma ampla variedade de opções de conhecer produtos e serviços com cerca de 300 empresas expositoras e a expectativa de visitação é de 40 mil pessoas. Temos uma programação extensa e que tem como objetivo suprir as necessidades do setor. Nos estandes, acredito que a questão tecnológica será uma dos destaques. Vivenciamos um grande boom nos últimos anos, com investimentos das indústrias”,  comenta o diretor da Sul Eventos, empresa organizadora da Construsul, Paulo Richter.

O segmento é complexo e tem um papel fundamental na geração de emprego e renda para milhares de pessoas. ” Temos um mercado de 220 milhões de consumidores e um déficit habitacional e de infraestrutura muito grande. Por isso há um potencial imenso a ser explorado. São áreas que ainda podem ser investidas e a indústria trabalha com planos a longo prazo. Há também a possibilidade de expandir para atender a América Latina”, complementa o diretor da Sul Eventos.

Algumas situações contribuem para a projeção otimista de Paulo Richter, como as novas modalidades de financiamento habitacional apresentadas no de 2018. Além disso, recentemente a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) divulgou uma pesquisa apontando que os brasileiros devem gastar R$ 162,5 bilhões em materiais construtivos até o final deste ano.

O horário de funcionamento da feira é das 14h às 21h, de quarta a sexta-feira, e das 11h às 18h, no sábado. Mais informações podem ser obtidas no site da feira (feiraconstrusul.com.br).

Programação dos eventos paralelos da 21ª Construsul:

Quarta-feira (1°/08): 6° Seminário de Tecnologia e Inovação da Construção Civil (14h30) e Palestra: Elaboração de contratos (17h).

Quinta-feira (02/08): 13° PREVESST – Encontro Sul-Riograndense de Prevenção, Segurança e Saúde do Trabalho (14h30); Seminário Incêndios em Estruturas – Dimensionamento, inspeção, terapia e casos recentes (14h30); Palestra “A galvanização a fogo aumenta a vida útil e a confiabilidade de estruturas em aço” (14h30); Workshop “O mundo é de vidro” (18h); Palestra “Sustentabilidade: Oportunidades e desafios da mulher na construção civil” (18h).

Sexta-feira (03/08): 13º PREVESST – Encontro Sul-Rio-Grandense de Prevenção, Segurança e Saúde do Trabalho (14h30); Minicurso “VIII Jornadas de automação” (14h30); Palestra “Arquitetura de uso múltiplo da experiência acadêmica ao mercado imobiliário” (14h30); Palestra “Saneamento para um melhor meio ambiente” (16h).

Deixe seu comentário: