Últimas Notícias > Notícias > Geral > Brasil perde R$ 193 bilhões para o mercado ilegal.Esse valor é a soma das perdas registradas por 13 setores industriais e a estimativa dos impostos que deixaram de ser arrecadados em função desse crime

Contas de luz vão ficar mais baratas a partir de amanhã

Queda no valor final deve chegar a 3% em fevereiro. (Foto: Reprodução)

As contas de luz dos consumidores em todo o País vão ficar mais baratas a partir de amanhã. A diminuição no custo ocorrerá devido à decisão da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) de baixar os valores extras cobrados pelo sistema de bandeiras tarifárias. Também foi decidido que a bandeira de cor vermelha será dividida em dois patamares: o primeiro terá custo de 3 reais e o segundo permanece em 4,50 reais para cada 100 kWh (quilowatt-hora) consumidos. A queda estimada no valor final das contas deverá chegar a 3%, de acordo com a cor da bandeira que vai vigorar a partir de fevereiro.

A proposta aprovada pela agência estabeleceu que o custo da bandeira amarela baixará de 2,50 reais para 1,50 real a cada 100 kWh gastos pelos usuários, ou seja, redução de 40% na tarifa extra. Já a bandeira verde não sofreu alteração e continua sem acrescentar qualquer valor à conta de luz.

O sistema de bandeira é um mecanismo de cobrança nas contas de luz para cobrir a elevação do custo de produção de energia com acionamento de usinas termo-elétricas, que geram energia mais cara. Essas unidades são ligadas pelo governo quando as hidrelétricas produzem menos em razão do baixo nível dos reservatórios de água.

Na sexta-feira, a Aneel decide qual será a cor da bandeira tarifária para o mês que vem. A expectativa é que a agência opte pelo patamar 1 da bandeira vermelha. Desta forma, o acréscimo na conta seria de 3 reais a cada 100 kWh de energia consumida. Mas se Aneel escolher a bandeira amarela, a conta de luz terá variação. (AD)