Últimas Notícias > Capa – Destaques > Os ônibus de Porto Alegre circulam com passe livre neste sábado para a vacinação contra o sarampo

Resultado de perícia aponta que menina de cinco anos foi vítima de estupro e morta por asfixia em Santa Maria

Jovem de 18 anos confessa ter estuprado criança com paralisia cerebral em Santa Maria (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Uma menina de cinco anos morreu na madrugada de sábado (7) após ser vítima de estupro em Santa Maria, Região Central do Rio Grande do Sul. A criança, que tinha paralisia cerebral, chegou a ser levada pela mãe até o Hospital Universitário da cidade, mas não resistiu. O resultado da perícia apontou que a menina foi vítima de estupro e morta por asfixia.

Um jovem de 18 anos, filho do padrasto da menina, confessou o estupro e foi preso. Ele foi encaminhado para Penitenciária Estadual de Santa Maria.

A delegada Roberta Trevisan, responsável pelo caso, disse que a asfixia pode ter sido causada por uma mão, um travesseiro, ou a criança pode ter engasgado com alguma secreção ou comida. No depoimento, o casal contou que, pelas 5h, acordou e percebeu que a menina estava com a respiração fraca. Eles tentaram reanimá-la, mas não adiantou. Quando tiraram a fralda da menina, viram as lesões.

De acordo com a Polícia Civil, o crime aconteceu no bairro Diácono João Luiz Pozzobon.