Últimas Notícias > Capa – Coluna Direita > Congresso de Radiodifusão reúne especialistas no assunto durante três dias de evento, em Curitiba

Cristiano Ronaldo alfineta o Real Madrid e diz que Lionel Messi sente sua falta

Cristiano Ronaldo fez o balanço dos primeiros meses com a camisa da Juventus. (Foto: Reprodução/Twitter)

Cristiano Ronaldo fez o balanço dos primeiros meses com a camisa da Juventus. O craque, que tem jogado mais pelo conjunto do que se destacado individualmente, elogiou a equipe comandada por Allegri e soltou algumas alfinetadas contra o Real Madrid, se referindo à sua nova equipe como a melhor em que jogou.

“Não é justo citar apenas alguns jogadores, mas posso afirmar que este é o melhor grupo em que já joguei. Aqui somos uma equipe. Nos outros, alguém se sente melhor do que outro, mas aqui estamos todos na mesma linha. Eles são humildes e querem vencer. Dybala ou Mandzukic podem não marcar, mas ainda assim seguem felizes, sorrindo. E isso para mim é bom, percebo a diferença. No Real Madrid, eles são humildes mas aqui sinto que são mais. É muito diferente, é mais uma família”, afirmou CR7 em entrevista conjunta aos jornais italianos “Gazzetta dello Sport“, “Corriere dello Sport” e “Tuttosport”.

Sobre a possibilidade de a Juventus e Real Madrid se defrontarem na Liga dos Campeões, Cristiano Ronaldo não tem dúvidas:

“Para mim, é o mesmo. O passado já passou, agora quero ganhar com a Juventus, tenho que defender a minha equipe. Se jogasse contra o Real Madrid, tentaria dar o meu melhor”, afirmou o internacional português. “Falam sobre James, Bale, Asensio, mas, para ser sincero, a Juventus não precisa de outros jogadores. No futuro, não sei. Marcelo é forte, nós abrimos as portas aos bons jogadores e o Marcelo é um deles”, apontou.

O craque ainda fez um desafio a Messi e o convidou para jogar na Liga Italiana. O português ainda brincou que o argentino do Barcelona sente mais falta dele do que o contrário.

“Não, talvez ele sinta falta de mim… Eu joguei em Inglaterra, Espanha, Itália, Portugal, na seleção, enquanto ele ainda está na Espanha. Talvez ele precise mais de mim… Para mim, a vida é um desafio, eu gosto disso e gosto de fazer as pessoas felizes”, começou por dizer.

“Gostaria que ele viesse para a Itália um dia. Que, como eu, aceite o desafio. No entanto, se ele está feliz lá, eu respeito. Ele é um jogador fantástico, boa pessoa, mas eu não sinto falta de nada aqui. Esta é a minha nova vida e estou feliz”, frisou Ronaldo.

Bola de Ouro

Ronaldo também falou sobre as polêmicas da Bola de Ouro, já que ele não foi à premiação em que terminou atrás de Luka Modric.

“Acho que mereço (vencer) todos os anos, trabalho para isso, mas não é o fim do mundo quando não ganho. Fiz tudo em campo para vencer, os números não mentem, mas não acho que estou menos contente por não ganhar. Tenho amigos fantásticos, tenho família, jogo em um dos melhores clubes…Acha que eu vou para casa começar a chorar?”, comentou o jogador.

“Claro que estou decepcionado, mas a vida continua. Parabéns para Modric, ele merece. Vamos ver no ano que vem, farei de tudo para estar lá de novo. Entendido?”

Deixe seu comentário: