Domingo, 15 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Partly Cloudy

Brasil Cuidado: golpes, phishing e os perigos de comprar em sites duvidosos

Desconfie de ofertas mirabolantes e saiba como se proteger. (Foto: Reprodução)

Todo ano é a mesma coisa: com a proximidade do Natal as grandes marcas varejistas entram numa verdadeira corrida de descontos em busca do consumidor. Porém, no vácuo dessas ofertas realmente vantajosas, vem um tsunami de promoções falsas, daquelas mensagens que nos chegam em menor escala durante todo o ano, seja por e-mail (phishing) ou SMS (smishing). É bom ficar atento, pode ser uma cilada!

A tática é sempre a mesma: os criminosos criam sites falsos que simulam a identidade visual dos grandes e-commerces, criando um ambiente virtual confiável para o usuário. Daí, bombardeiam consumidores menos atentos com ofertas incrivelmente tentadoras. Na verdade, o objetivo é roubar dados pessoais e financeiros, clonar cartões e/ou instalar um código malicioso para monitorar e controlar o dispositivo do usuário.

Promoções de passagens aéreas com descontos nunca vistos, voucher daquela rede de fast-foods que você adora, pacote de dados móveis de graça e uma avalanche de eletrodomésticos e smartphones com ofertas irresistíveis. Estes são apenas alguns dos exemplos dos golpes que circulam na internet. Uma onda de fraudes que cresceu 297% em 2018, segundo estudo realizado pela Riskifield, empresa de prevenção de fraudes, e a IntShights Cyber Intelligence. E sabe para onde vai a maior parte dos produtos comprados a partir de dados bancários roubados? É revendida na dark web a preços bem abaixo do mercado, o que prejudica tanto a vítima quanto as empresas que praticam uma concorrência leal.

Saiba como evitar golpes e proteger seus dados

Para comprar com segurança, o ideal é acessar apenas páginas de empresas confiáveis e com as quais você já está familiarizado. Vale também checar o certificado de segurança do endereço, localizado à esquerda da barra de endereços, com um cadeado verde. Mas, para você ficar mais seguro, selecionamos algumas dicas para se proteger do phishing.

1-Desconfie de ofertas extravagantes – ofertas não solicitadas, enviadas por e-mail, com descontos mirabolantes e fora dos canais oficiais das empresas? Caia fora! Verifique a veracidade do anúncio sempre no site oficial da empresa.

2-Preste atenção em sites mal configurados – sites com erros gramaticais ou com imagens em baixa resolução são um sinal preocupante. Geralmente, são iscas para phishing. Fuja deles, mesmo que a oferta pareça tentadora.

3-Endereço falso – passe o cursor do mouse sobre o link antes de clicar sobre o site da loja. Assim é possível ver a URL verdadeira e você poderá ver exatamente para onde está sendo redirecionado. Na dúvida, delete o e-mail e abra um novo navegador para ir até o site oficial.

4-Consulte a lista de sites maliciosos – o Procon tem uma lista com centenas de endereços de lojas virtuais “negativadas”, que não cumprem a entrega ou não oferecem canais de atendimento aos clientes. Esse rastreamento é feito nos bancos de dados de órgãos como a Junta Comercial, Receita Federal e Registro BR.

5-Mantenha seu antivírus atualizado – tenha sempre um antivírus no seu computador capaz de bloquear as possíveis ameaças.

Em suma, desconfie. A única forma de comprar realmente com segurança é visitando o site oficial da loja, ou melhor ainda, fazendo a boa e velha pechincha, ao vivo e a cores, em lojas físicas. O Fujioka é um excelente exemplo de loja física de tradição e confiança. A maior rede varejista especializada em tecnologia de Goiás, com mais de 50 anos de tradição e 67 lojas espalhadas pelo Centro-Oeste, conta com um mix muito diversificado e apresenta ofertas extremamente competitivas, principalmente em datas comerciais como o Natal.

Voltar Todas de Brasil

Compartilhe esta notícia:

O futuro chefe da Advocacia-Geral da União escolhido por Bolsonaro quer recuperar 25 bilhões de reais desviados pela corrupção no País
Um evento no Parlamento britânico discutiu a situação política no Brasil
Deixe seu comentário
Pode te interessar