Domingo, 19 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair

Brasil Damares Alves fala que mulheres são estupradas pela falta do uso de calcinha

(Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil)

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves relacionou o abuso sexual de meninas com a falta de uso de calcinhas. Segundo a ministra, se tivesse uma fábrica de roupas íntimas na Ilha de Marajó, no Pará, o estupro diminuiria.

Especialistas chegaram a falar para nós que as meninas lá são exploradas porque elas não têm calcinhas, elas não usam calcinha porque são pobres, nós temos que levar uma fábrica de calcinha para a Ilha do Marajó. Gerar emprego lá e a calcinha sair baratinho para as meninas”.  ressaltou Damares sobre o crescimento de registros de abuso na região.

A ministra apresentou o programa Abrace Marajó, no qual tem a intenção de reduzir a exploração sexual contra crianças, adolescentes e mulheres. Durante sua apresentação, ela falou sobre detalhes da campanha de arrecadar calcinhas “conseguimos um monte”. Além disso, ela comentou que conseguiram até a abertura de uma fábrica de roupas íntimas no arquipélago paraense.

Voltar Todas de Brasil

Compartilhe esta notícia:

Carro desgovernado cai de uma ponte, na ERS-265; condutor conseguiu sair do carro ileso
Mais de 100 pessoas desaparecem após naufrágio de embarcação na Líbia
Deixe seu comentário
Pode te interessar