Últimas Notícias > Colunistas > Fatos históricos do dia 12 de dezembro

Datafolha diz que Bolsonaro tem 58% dos votos válidos e Haddad tem 42%

O levantamento foi realizado nesta quarta, dia 10, e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos. (Foto: Reprodução)

O Datafolha divulgou nesta quarta-feira (10) o resultado da primeira pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição presidencial. O levantamento foi realizado nesta quarta, dia 10, e tem margem de erro de 2 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 58%.

Fernando Haddad (PT): 42%.

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no primeiro turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:

Jair Bolsonaro (PSL): 49%.

Fernando Haddad (PT): 36%.

Em branco/nulo/nenhum: 8%.

Não sabe: 6%.

Apoio dos candidatos

O Datafolha também levantou a opinião dos entrevistados sobre o apoio dos presidenciáveis que disputaram o primeiro turno.

Marina Silva

O instituto perguntou: “O apoio de Marina Silva a um candidato a presidente no segundo turno da eleição deste ano…?”:

Poderia levar você a escolher esse candidato: 11%;

Faria você não votar nesse candidato: 11%;

Seria indiferente: 72%;

Não sabe: 6%.

O Datafolha também perguntou: “Na sua opinião qual dos dois candidatos Marina Silva deveria apoiar no segundo turno”?

Fernando Haddad (PT): 43%

Jair Bolsonaro (PSL)% 38%

Ciro Gomes

O instituto perguntou: “O apoio de Ciro Gomes a um candidato a presidente no segundo turno da eleição deste ano…?”:

Poderia levar você a escolher esse candidato: 21%;

Faria você não votar nesse candidato: 11%;

Seria indiferente: 63%;

Não sabe: 4%.

O Datafolha também perguntou: “Na sua opinião qual dos dois candidatos Ciro Gomes deveria apoiar no segundo turno?”:

Fernando Haddad (PT): 46%.

Jair Bolsonaro (PSL): 40%.

Geraldo Alckmin

O instituto perguntou: “O apoio de Geraldo Alckmin a um candidato a presidente no segundo turno da eleição deste ano…?”:

Poderia levar você a escolher esse candidato: 14%;

Faria você não votar nesse candidato; 13%;

Seria indiferente: 69%;

Não sabe: 4%.

O Datafolha também perguntou: “Na sua opinião qual dos dois candidatos Geraldo Alckmin deveria apoiar no segundo turno:”?

Jair Bolsonaro (PSL): 46%;

Fernando Haddad (PT): 37%;

Nenhum: 9%;

Não sabe: 7%.

Momento de decisão do voto

O instituto perguntou: “Em que momento você decidiu seu voto para (nome do candidato) pelo menos um mês antes da eleição, 15 dias antes da eleição, uma semana antes da eleição, na véspera da eleição ou no próprio dia da eleição?”.

As respostas foram:

Presidente

Pelo menos um mês antes: 63%;

15 dias antes: 10%;

Uma semana antes: 8%;

Na véspera: 6%;

No dia da eleição: 12%.

Governador

Pelo menos um mês antes: 49%;

15 dias antes: 12%;

Uma semana antes: 12%;

Na véspera: 9%;

No dia da eleição: 17%.

Senador

Pelo menos um mês antes: 42%;

15 dias antes: 13%;

Uma semana antes: 13%;

Na véspera: 10%;

No dia da eleição: 22%.

Deputado federal

Pelo menos um mês antes: 45%;

15 dias antes: 11%;

Uma semana antes: 13%;

Na véspera: 10%;

No dia da eleição: 20%.

Deputado estadual

Pelo menos um mês antes: 47%;

15 dias antes: 11%;

Uma semana antes: 13%;

Na véspera: 10%;

No dia da eleição: 20%.

Sobre a pesquisa

Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos;

Entrevistados: 3.235 eleitores em 227 municípios;

Quando a pesquisa foi feita: 10 de outubro;

Registro no TSE: BR-00214/2018;

Nível de confiança: 95%;

Contratantes da pesquisa: TV Globo e “Folha de S.Paulo”.

(O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos).

 

Deixe seu comentário: