Sábado, 25 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
28°
Fair

Porto Alegre Destaques na Olimpíada de Matemática são homenageados em Porto Alegre

A cerimônia de premiação dos 59 alunos que obtiveram as melhores notas aconteceu na Smed.

Foto: Raphaela Auad/SMED PMPA
A cerimônia de premiação dos 59 alunos que obtiveram as melhores notas aconteceu na Smed. (Foto: Raphaela Auad/SMED PMPA)

A cerimônia de premiação dos 59 alunos que obtiveram as melhores notas na 15ª Obmep (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas) ocorreu na tarde desta terça-feira (10), no auditório da Smed (Secretaria Municipal de Educação). A emoção dos pequenos ao serem chamados ao palco para receber prêmios e posar para fotos foi a marca do evento.

O estudante Lucas Machado Steimetz, da Emef (Escola Municipal do Ensino Fundamental) Chapéu do Sol, no bairro Campo Novo, estava contente enquanto tirava fotos com a medalha de ouro que exibia orgulhoso no peito. “Foi mais ou menos tranquilo, mas fiquei um pouco nervoso na hora. Matemática é a matéria que eu mais gosto. Eu estudo bastante e sempre participarei quando tiver outras competições, não posso desistir”, contou.

Na edição deste ano, participaram alunos de cinco escolas municipais do Ensino Fundamental – Chapéu do Sol, Décio Martins Costa, Dolores Alcaraz Caldas, José Loureiro da Silva e São Pedro. Foram 556 estudantes inscritos.
Também foram premiados os alunos das cinco escolas participantes de 2018 – América, Dolores Alcaraz Caldas, Moradas da Hípica, Jean Piaget e Vereador Antônio Giudice. Um total de 350 alunos participou da disputa do ano passado. Foram entregues para os destaques 23 medalhas – ouro (4), prata (9) e bronze (10), além de 36 menções honrosas.

“É muito positivo que agora a Olimpíada seja estendida a alunos menores; as crianças se sentem desafiadas pela matemática e pelas ciências. A gente vê a alegria dessas crianças que gostam de resolver problemas. Estamos muito felizes com o resultado e com o aumento de participação do ano passado para cá”, avalia o secretário municipal de Educação, Adriano Naves de Brito. “E nós queremos fazer mais. Estamos provocando os professores do Impa (Instituto de Matemática Pura e Aplicada) e da Ufrgs (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) para trabalharem com os nossos professores e melhorarem a formação dos profissionais, para que tenhamos mais trabalhos na área e melhores resultados”, acrescenta.

Como funciona a Obmep

A prova de 15 questões objetivas tem duração de uma hora e 30 minutos e segue os parâmetros curriculares nacionais para alunos do 4º e 5º anos do Ensino Fundamental. O Impa responde pela parte acadêmica, enquanto as secretarias de Educação se encarregam da logística de aplicação dos testes, correção das provas e premiações na Obmep Nível A.

A iniciativa busca contribuir para melhorar a qualidade da educação básica, difundir a cultura matemática, identificar jovens talentos, incentivar o aperfeiçoamento dos professores das escolas públicas e promover a inclusão social por meio da ampliação do conhecimento.

A Obmep Nível A é uma realização do Impa, com apoio da SBM (Sociedade Brasileira de Matemática), do MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações) e do MEC (Ministério da Educação).

Voltar Todas de Porto Alegre

Compartilhe esta notícia:

Estado entrega reforma do prédio do Instituto Penal de Uruguaiana
Brigada Militar faz apreensão recorde de armas em São Gabriel
Deixe seu comentário
Pode te interessar