Últimas Notícias > CAD1 > Meia do Grêmio, Jean Pyerre, diz que time entende cobranças e crê em foco para buscar a recuperação no Brasileirão

Dez motivos para você comer peixe sempre e não só na Semana Santa

A carne de peixe é rica em minerais e vitaminas essenciais para o bom funcionamento do seu organismo. (Foto: Reprodução)

Quer um conselho? Coma peixe! Os especialistas recomendam peixe no prato cerca de duas vezes por semana para a garantir a atuação constante de seus minerais e vitaminas no organismo. E garantem que os resultados são muito benéficos para a saúde.

Veja a seguir 10 motivos para manter o peixe no cardápio da semana.

1. Peixe te deixa menos esquecida!

O peixe é fonte perfeita de ômega-3, ácido graxo que age na composição da chamada bainha de mielina, essencial para a conexão entre os neurônios. Ao ser consumido, além de melhorar bastante sua memória, também aumenta sua capacidade de concentração e aprendizado.

2. Reduz riscos de doenças cardiovasculares

Esse é outro efeito do ômega-3 no organismo. Sua atuação consiste em reduzir o colesterol ruim (LDL), evitar a formação de placas de gorduras nas paredes arteriais e aumentar a flexibilidade das veias e artérias, afastando, assim, o risco de infartos, hipertensão, derrame e outros problemas do tipo.

Além disso, ômega-3 é rico em DHA (ácido docosa-hexaenoico), que favorece o sistema circulatório.

3. Fortalece os ossos

A carne de peixe é uma fonte poderosa de cálcio, muito importante para o fortalecimento do esqueleto ósseo, e de vitamina D, que ajuda na fixação do mineral nos ossos.

4. Melhora a imunidade

O zinco também pode ser encontrado em abundância no peixe, que acaba tendo um papel fundamental no funcionamento do seu sistema imunológico. Isso acontece porque o mineral atua diretamente na síntese de células imunológicas.

5. Combate anemia

Além de conter ferro, o peixe apresenta a Vitamina B12, ambos colaboram para a produção de células vermelhas, em falta nas pessoas que sofrem de anemia.

6. Dificulta deterioração da vista

O ômega-3 faz parte do recobrimento da retina, cuja finalidade é transformar o estímulo luminoso em informação para o cérebro. Seu consumo frequente é essencial para afastar problemas na vista adquiridos com o envelhecimento, por exemplo.

7. Regula o funcionamento da tireoide

A glândula tireoide cuida do metabolismo e crescimento do corpo. Sua regulação é feita pelo iodo, que, sem em falta, pode resultar em inchaço da glândula, fadiga, colesterol alto. O peixe contém uma quantidade ideal de iodo, que ajuda a evitar esses problemas e não chega a causar hipertiroidismo, no qual o hormônio da tireoide está em excesso no organismo.

8. Diminui as chances de diabetes

Mais uma vez, o ômega-3 tem um efeito positivo no organismo. Nesse caso, o ácido graxo atua no aumento da sensibilidade à insulina no corpo.

9. Colabora no tratamento da asma

Isso acontece porque o ômega-3 tem efeito anti-inflamatório e seu consumo ajuda a relaxar as vias aéreas inchadas.

10. Alivia os sintomas de artrite reumatoide

A artrite reumatoide é uma doença crônica que resulta na inflamação das articulações. Como a carne de peixe tem ação anti-inflamatória, ao ser ingerida com frequência pode colaborar para o alívio das dores.

Quais peixes são mais ricos?

Os que possuem mais ômega-3: atum, sardinha, salmão e bacalhau.

Como consumi-los?

“A melhor forma é o peixe cozido”, recomenda a Dra. Adriana Magalhães, nutricionista da Clínica Ana Carolina Sumam. Tente evitar frituras, uma vez que são pouco saudáveis e muito gordurosas.

No caso de peixes crus, é preciso tomar cuidado! Conheça as condições higiênicas do local onde você irá comer ou comprar, não arrisque ser contaminada por parasitas.

Se você estiver pensando em preparar salmão, “dê preferência ao Salmão Selvagem (criado na natureza)”, alerta a nutricionista Lidiane Santana. Os criados em cativeiro muitas vezes são tingidos para adquirir sua coloração e, por isso, podem conter substâncias prejudiciais à saúde.

Deixe seu comentário: