A difícil arte de convencer

O deputado Frederico Antunes. (Foto: Juliana Mutti/Assembleia Legislativa)

Se pudesse, o presidente Michel Temer travaria o relógio ontem no Palácio do Planalto para ganhar mais tempo e tentar convencer os aliados que subiram no muro. A busca desesperada é para barrar a denúncia por corrupção passiva na Câmara dos Deputados e a principal preocupação tornou-se a bancada tucana. Ao mesmo tempo, Temer não quer que as votações sobre seu futuro se prolonguem. As tarefas se equivalem a andar sobre um fio de arame, a 40 metros de altura, sem rede em caso de queda. 

Era da velocidade

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, deu a senha: “O destino de Temer será definido de forma rápida.” Quer dizer, sem mais delongas, para que ele assuma no Planalto.
 
Na fritura

O atual governo não teve tempo de escolher a frigideira na qual está jogado. Poderia ser a antiaderente com teflon e cerâmica, inoxidável e de titânio ou de ferro fundido e cobre. Sabe apenas que há muito azeite. Da prisão, com uniforme de chefe de cozinha, o ex-deputado Eduardo Cunha se encarrega de aumentar a chama do fogão.

Atraso demasiado

A Assembleia Legislativa, por iniciativa do deputado Frederico Antunes, realiza, a partir das 14h de hoje, audiência pública sobre os precatórios. São dívidas que geraram processos e o Poder Judiciário deu sentença, sem chance de recursos, mandando o governo do Estado pagar. O valor total atinge 11 bilhões e 800 milhões de reais, mas os atrasos acumulam-se há anos. A emenda constitucional, de 15 de dezembro de 2016, estabeleceu que a quitação deverá ocorrer até 2020. Se seguisse a determinação, o governo precisaria desembolsar 300 milhões de reais por mês. Não tem passado de 42 milhões. A audiência vai inquirir a Secretaria da Fazenda para saber vai se adequear ou não à emenda.

Beneficiar a saúde pública

Às 8h30min de hoje, em Porto Alegre, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, autoriza a publicação do edital para a escolha da empresa que construirá o prédio do Centro de Hematologia e Oncologia do Grupo Hospitalar Conceição. É resultado da criação, a 28 de junho, por sugestão do deputado federal Jones Martins, da Frente Parlamentar que passou a tratar do assunto. Houve adesão de toda a bancada gaúcha na Câmara dos Deputados e no Senado. O deputado Jones lembra que o Grupo Hospital Conceição é a maior porta aberta SUS no Brasil, com quatro hospitais, nos quais ainda não há tratamento de radioterapia para atendimento oncológico. O ministro Ricardo Barros também inaugura, na manhã de hoje, o Centro Obstétrico do Hospital Nossa Senhora da Conceição.

Segundo tempo

Este ano, realizaram-se 41 eleições suplementares de prefeitos em todo o país. O principal motivo das cassações foi a confirmação pelo Tribunal Superior Eleitoral da rejeição de contas dos que já tinham exercido mandatos.

Há dez anos

A 10 de julho de 2007, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal prenderam 13 pessoas, entre as quais três executivos da Petrobras, envolvidas em esquema criminoso de fraudes em licitações. Surgia a ponta do iceberg, dando início a investigações e denúncias que não pararam mais.

Para comparar

A inflação no primeiro semestre de 1987 foi de 196 por cento. Só em junho atingiu 26 por cento. Em dezembro chegou a 363 por cento.

Sobram lugares

Balões de ensaio para a sucessão estadual começam a subir. O problema dos partidos é a falta de passageiros. A maioria se mostra temerosa com a forte turbulência e prefere aguardar em terra a melhoria do tempo.  ​

Deixe seu comentário: