Domingo, 08 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Fair

Brasil Hoje é dia de mobilização nacional contra o mosquito Aedes aegypti

Autoridades participam da ação em Porto Alegre (Foto: Karine Viana/Palácio Piratini)

A presidenta Dilma Rousseff e seus ministros visitam todos os Estados brasileiros neste sábado (13) para uma mobilização nacional contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, do zika vírus e da febre chikungunya. O objetivo é percorrer 3 milhões de residências em todo o País.  No Rio Grande do Sul, 60 mil agentes visitam casas para conscientizar os moradores sobre a importância do combate ao mosquito.

A ação ocorre em 353 municípios brasileiros e também conta com a participação de secretários-executivos, presidentes de estatais, prefeitos, governadores, 46 mil agentes de combate às endemias e 266 mil agentes comunitários de saúde. Enquanto Dilma acompanha a ação no Rio de Janeiro, cada ministro participa da mobilização em um Estado. A ação também conta com o apoio das Forças Armadas.

Porto Alegre

A mobilização em Porto Alegre iniciou às 8h30min, na avenida Bento Gonçalves, com a presença do governador José Ivo Sartori, do prefeito José Fortunati, do ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, do comandante do Comando Militar do Sul, general de exército Edson Leal Pujol, e dos secretários estadual e municipal de Saúde, João Gabbardo e Fernando Ritter, respectivamente.

A previsão é de que 40 mil domicílios sejam percorridos em 11 bairros da Capital gaúcha. São eles: Sarandi, Cristo Redentor, Três Figueiras, Independência, Floresta, Centro, Petrópolis, Bom Fim, Bela Vista, Partenon e Chácara das Pedras.  A meta é eliminar possíveis criadouros e focos do mosquito.

Em São Leopoldo, no Vale do Sinos, a mobilização conta com a participação do secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Alberto Beltrame. A ação começou às 8h em frente à unidade do comando local do Exército e tem a adesão dos militares.

 

Todas de Brasil

Compartilhe esta notícia:

Fim de semana com risco de forte instabilidade; há possibilidade de vendaval
Em Torres, acidente entre caminhão e duas motos mata uma pessoa e deixa três feridos graves
Deixe seu comentário
Pode te interessar