Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Agência Nacional de Mineração alerta para possibilidade de rompimento de barragem em MG

Divulgada a súmula com as ocorrências da arbitragem na final do Gauchão

Técnico do Inter, Odair Hellmann, foi expulso da final por conta de reclamações à arbitragem. Foto: (Rádio Grenal)
*Valéria Possamai

Horas após a final do Gauchão 2019, que terminou com vitória e título do Grêmio nos pênaltis, a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) divulgou a súmula com os relatos da arbitragem sobre a partida, que terminou com expulsões de Grêmio e Inter.

Quanto a expulsão de D’Alessandro, que estava no banco de reservas, aos 26 minutos do segundo tempo foi relatado que o argentino recebeu cartão vermelho por conta da gesticulação forte em direção ao quarto árbitro, Daniel Nobre Bins.

O Sr. Andrés Nicolas D’Alessandro, do S.C.Internacional, segundo o relato do quarto árbitro, o referido atleta após marcação de uma penalidade contra sua equipe deixou a área de aquecimento e foi em direção ao mesmo, ficando frente a frente e de forma ríspida reclamando veemente com o dedo em riste proferindo as seguintes palavras: o que vocês deram, o que é isso, que palhaçada, vocês tem medo deles. Mesmo após solicitação do quarto árbitro para que o mesmo retornasse a sua área de aquecimento, o referido atleta continuou a protestar contra as decisões da arbitragem proferindo ainda as seguintes palavras: lá vocês não fizeram nada, vocês tem medo deles. Informo que o atleta teve que ser contido por seus companheiros pois mesmo após a apresentação do cartão vermelho, retornou em direção ao quarto árbitro protestando verbalmente com dedo em riste mas sem conseguir identificar as palavras.

Por conta de reclamações à arbitragem, o técnico do Inter Odair Hellmann, também foi expulso de jogo. Conforme a súmula, o treinador “protestou ostensivamente contra as decisões da arbitragem ao gesticular abrindo e fechando os braços e com dedo em riste dizendo que não havia sido pênalti contra a sua equipe. Após ser expulso, o mesmo se recusou a deixar a área técnica saindo apenas com a presença da Brigada Militar.”

Visivelmente irritado, Odair esbraveja contra Jean Pierre Lima e sua equipe no túnel de acesso ao campo. Dentre aos ofensas, Odair disparou: “Arbitragem pipoqueira safada”, conforme registrou a reportagem da Rádio Grenal (assista abaixo).

Ainda em relação ao episódio de expulsão de Odair, o árbitro relatou que na saída do técnico colorado em direção ao vestiário, um copo foi arremessado em direção ao treinador vindo da torcida do Grêmio. Conforme a Policia Civil, o clube identificou e encaminhou o torcedor.

Durante as cobranças das penalidades máximas, o técnico gremista Renato Portaluppi também acabou expulso da área técnica por invadir o campo para dar orientações a sua equipe.

Em entrevista coletiva, o comandante afirmou ter sido “bem expulso”, e que entrou em campo para determinar que André batesse o último pênalti, que acabou dando o título ao clube.

Episódio entre o presidente da FGF e assessor do Grêmio

Em súmula, ainda há o relato de que após o final da partida e durante a premiação o Presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Novelleto, e o vice Luciano Hocsmann foram abordados e ameaçados pelo assesssor de imprensa do Grêmio João Paulo Fontoura. O episódio foi relato pelo delegado da partida Marcos Roberto Caduri de Almeida, que irá detalhar o fato em um relatório extra.

Em entrevista à Rádio Grenal nesta quinta-feira, Novelleto relatou o episódio e afirmou que recebeu pedidos de desculpa de dirigentes do Grêmio.

“Infelizmente isso aconteceu. Mas isso não é de ontem, vem de 2, 3 anos. Quando eu fui na premiação, alguém me tocou no ombro e falou algo no meu ouvido, não conhecia ele, pelo que eu entendi, achei que era um colorado até que tivesse me xingado. Depois perguntei que era ele, e me falaram que era o assessor de imprensa. Quando estou saindo para a Zona mista, ele estava no meu lado, e sabendo do episódio, os seguranças da Federação me acompanharam. Me falou palavras grosseiras, tentou até me agredir, foi o que aconteceu infelizmente. Mas meu nível é maior que o dele. Depois a direção me ligou pedindo desculpas e disse que medidas seriam tomadas”, declarou.

Conforme relatou a Rádio Grenal, o assessor de imprensa do Grêmio João Paulo Fontoura não quis se manisfestar.

*estagiária sob supervisão de Marjana Vargas

Deixe seu comentário: