Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Nova fase da Operação Lava-Jato mira multinacional e bloqueia quase R$ 2 bilhões dos investigados

Dois ataques a bomba deixam pelo menos oito mortos na Nigéria

Equipe de emergência retira o que sobrou de veículo atingido por ataque suicida em Maiduguri (Foto: AFP)

Dois ataques suicidas deixaram ao menos oito mortos neste sábado (29) em Maiduguri, no nordeste da Nigéria, região com forte atuação do grupo radical islâmico Boko Haram. Embora nenhum grupo tenha assumido responsabilidade, as autoridades dizem que os ataques carregam características típicas da estratégia de terror do Boko Haram, que quer instaurar o Estado Islâmico no país.

No primeiro ataque, em torno das 7h (4h em Brasília), uma mulher-bomba detonou explosivos diante do acampamento Bakasi, que abriga mais de 16 mil refugiados dos conflitos com o Boko Haram. Segundo fontes militares, a mulher correu em direção a um grupo de homens e mulheres que saíam do acampamento. Ao menos cinco homens morreram e 11 mulheres ficaram feridas, segundo o porta-voz das Forças Armadas coronel Mustapha Anka.

A segunda explosão ocorreu meia hora depois, a cerca de um quilômetro do local, quando um triciclo táxi com dois passageiros explodiu perto de um depósito de combustível da petroleira estatal NNPC.

Uma mulher-bomba estava dirigindo o triciclo e seguia um caminhão-tanque carregado de combustível, na tentativa de entrar no depósito. Ao menos três pessoas morreram. O Boko Haram aumentou o número de ataques no país após uma longa disputa interna de poder. A insurgência é responsabilizada pela morte de mais de 20 mil pessoas em todo o país. (Folhapress)