Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Senadores propuseram 78 emendas para tentar mudar o texto da reforma da Previdência antes da votação em 1º turno

Dólar cai e fecha com menor valor em 2 semanas; Bolsa tem 3º alta seguida

Moeda americana terminou o dia cotada a R$ 3,80, menor patamar desde março. (Foto: Agência Brasil)

Nesta segunda-feira (8), o dólar comercial fechou em queda de 0,62%, cotado a R$ 3,849. Este é o menor valor de fechamento desde 21 de março, quando a moeda norte-americana fechou a R$ 3,80. O resultado é um reflexo da ausência de novidades sobre a reforma previdenciária, abrindo espaço para o mercado de câmbio captar o ambiente de dólar fraco no mundo.

A queda do dólar nos mercados internacionais foi atribuída à melhora do sentimento após uma série de dados mais fortes em economias desenvolvidas amenizar temores quanto a uma desaceleração da atividade ainda mais intensa que a prevista.

Bolsa de valores

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, terminou o dia em alta de 0,27% a 97.369,29 pontos, no terceiro avanço seguido. É o maior nível de fechamento desde 20 de março, quando encerrou o dia a 98.041,37. O volume financeiro alcançou 11,97 bilhões de reais, abaixo da média diária do ano de 16,42 bilhões de reais.

O Wall Street fechou com variações tímidas, reflexo de posições mais comedidas diante do começo da temporada de balanços corporativos nos EUA, com a queda da Boeing após corte em produção pressionando o Dow Jones.

O petróleo, por sua vez, atingiu máximas de cinco meses por expectativas de que a oferta global fique apertada por conta de conflitos na Líbia, cortes liderados pela Opep e sanções dos EUA sobre Venezuela e Irã.

Deixe seu comentário: