Últimas Notícias > Notícias > Política > Rede de academias já conta oito clientes presos na Operação Lava-Jato

Dono de restaurante é preso por furto de energia durante operação da Polícia Civil em Porto Alegre

(Foto: Reprodução/ CEEE)

O dono de um restaurante do bairro Petrópolis, na capital, foi detido em uma operação da Polícia Civil em conjunto com a CEEE. Os órgãos descobriram que era realizado furto de energia elétrica no estabelecimento. O local tinha um sistema que desviava a carga energética, e, assim, menos da metade da carga utilizada pelo restaurante não passava pelos medidores da CEEE. O local contava com cinco aparelhos de ar-condicionado, balcões quente e frio, quatro refrigeradores, coifas, mais de cem lâmpadas, TV’s, câmara fria e diversos materiais utilizados na cozinha, como espremedores de frutas, cafeteiras e chopeiras.

O nome do estabelecimento e do responsável pelo local não foram divulgados. O crime tem pena de um a quatro anos de prisão, mas, caso seja paga a fiança, ele será liberado. Desde o início do ano, 30 locais foram autuados, por furto de energia elétrica.