Últimas Notícias > Colunistas > Enfrentando problemas

Durante encontro em São Paulo, o governador gaúcho apresentou projetos de concessão a investidores do setor privado

Eduardo Leite falou em "ambiente favorável para o empreendedor". (Foto: Rodger Timm/Palácio Piratini)

Ao participar de uma reunião com empresários na sede da ABDIB (Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base), em São Paulo, o governador gaúcho Eduardo Leite apresentou na tarde dessa quinta-feira os quatro primeiros projetos de concessões do recém-lançado programa “RS Parcerias”.

A iniciativa inclui da Estação Rodoviária de Porto Alegre, o Parque Zoológico de Sapucaia do Sul e as rodovias RSC-287 e ERS-324. De acordo com o Palácio Piratini, esses projetos podem totalizar um aporte de R$ 3,4 bilhões aos cofres do Rio Grande do Sul ao longo das próximas três décadas.

Essas quatro propostas já foram aprovadas pelo Conselho Gestor do Programa de Concessões e PPPs (parcerias público-privadas), após a realização de análises de viabilidade técnica. Para finalizar o edital, no entanto, ainda falta a coleta de sugestões públicas para a Rodoviária da Capital e para as duas estradas.

O governo do Estado garante que a situação do Parque Zoológico de Sapucaia do Sul é a que está mais adiantada. “A licitação deve ser publicada nos próximos dias”, informou o site oficial www.rs.gov.br.

Paralelamente a esse processo, há um estudo em andamento sobre novos ativos do Estado para possíveis parcerias com a iniciativa privada, incluindo rodovias, hidrovias, aeroportos regionais, escolas, prédios públicos e presídios, dentre outros bens. A gestão de Eduardo Leite também aposta nas reduções de uma trinca de itens: burocracia, tributação e custos logísticos.

Tentativa de convencimento

“Nossa diretriz de governo é criar um ambiente de negócio favorável para os investimentos e acolhedor para quem é empreendedor”, ressaltou o governador a dezenas de empresários. “Temos a sustentação política para essa transformação, pois foi validada no processo eleitoral. Falamos claramente em concessões, privatizações, PPPs e reformas na Previdência e na estrutura de carreira do serviço público”.

Ainda segundo Leite, essa agenda encontra respaldo e dá a ele a confiança de que será efetivada. “Isso torna o Rio Grande do Sul um Estado que merece a melhor atenção nos investimentos de vocês”, reiterou.

Participaram do encontro na capital paulista os titulares das Secretarias de Governança e Gestão Estratégica, Claudio Gastal, e do Meio Ambiente e Infraestrutura, Artur Lemos Júnior, além do diretor de logística da Secretaria dos Transportes, Roberto Niederauer. O evento durou cerca de duas horas.

(Marcello Campos)

Deixe seu comentário: