Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Secretaria da Saúde de Porto Alegre realiza ação de prevenção contra HIV neste sábado

Eduardo Leite encerra neste sábado sua primeira viagem internacional como governador do Rio Grande do Sul

Comitiva divulgou o Rio Grande do Sul para investidores nos EUA e Inglaterra. (Foto: Rodger Timm/Palácio Piratini)

Após quatro dias de compromissos em Nova York (Estados Unidos) e outros dois em Londres (Inglaterra), o governador gaúcho Eduardo Leite encerra neste sábado a sua primeira viagem internacional desde que assumiu o cargo, em janeiro deste ano. A agenda começou na última segunda-feira e tem como objetivo divulgar o Rio Grande do Sul para investidores de diferentes segmentos.

Nessa sexta-feira, ele foi recebido na capital britânica pelos diretores do banco Credit Suisse. “Temos um programa de desenvolvimento que vê na iniciativa privada uma grande parceira para viabilizar investimentos em setores estratégicos, por meio de privatizações ou concessões”, ressaltou aos anfitriões. “Para isso, é importante que os bancos que organizam portfólios para seus clientes saibam o que o nosso Estado está oferecendo”.

Assim como nas reuniões das quais participou nos Estados Unidos, Eduardo Leite chamou a atenção para as chamadas “medidas de reestruturação” adotadas pelo Palácio Piratini e destacou as potencialidades do Rio Grande do Sul, além de apresentar as principais opções de parcerias com o setor privado.

A agenda em Londres segue nesta sexta-feira com evento de recepção aos participantes da edição 2019 do evento “Brazil Fórum UK”, na British Academy. Acompanhado dos secretários Marco Aurelio Cardoso (Fazenda), Artur Lemos Júnior (Meio Ambiente e Infraestrutura) e outros membros da comitiva gaúcha, o governador participará de um debate na tarde de sábado. Em seguida, embarcará de volta para o Brasil.

Balanço

Sobre a primeira etapa da viagem, pelos Estados Unidos, Eduardo Leite avaliou como “extremamente positiva” a agenda em Nova York, uma das capitais financeiras do mundo: “Nossa viagem serviu para apresentarmos o Rio Grande do Sul e as grandes oportunidades de negócios a bancos e investidores”.

Em entrevista à imprensa, ele prosseguiu: “Muito se fala sobre a crise financeira do RS. Estamos aqui para mostrar que, muito além do problema fiscal do governo, representamos um Estado que é forte, a quarta economia do Brasil, que tem a melhor universidade federal, dois dos melhores parques tecnológicos do País, capital humano e um espaço territorial privilegiados”.

De acordo com a comitiva que o acompanha em seu primeiro giro internacional como governador, as diferentes reuniões possibilitaram a exposição de possibilidades de negócios, especialmente a partir da disposição do governo em realizar privatizações nos setores de energia, concessões de estradas e parcerias com o setor privado em áreas como saneamento.

“Vamos seguir trabalhando para que o Rio Grande do Sul continue ganhando espaço aos olhos dos investidores para gerarmos emprego, renda e novas oportunidades”, enfatizou Leite. “É importante que exista essa troca: que os investidores saibam o que estamos fazendo e que tenhamos conhecimento das demandas deles para que possamos aperfeiçoar os projetos, a fim de atrair o investimento.”

(Marcello Campos)

Deixe seu comentário: