Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Oktoberfest com bênção da Nossa Senhora dos Navegantes em Porto Alegre

Em seu retorno ao Campeonato Brasileiro, o Grêmio vence o Vasco em casa, de virada, por 2 a 1

O atacante Pepê (C) marcou os dois gols do Tricolor. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio)

Jogando em casa na tarde deste sábado (13) pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, o time misto do Grêmio bateu o Vasco por 2 a 1, de virada, com dois gols do atacante Pepê. Com esse resultado, assistido por 11 mil torcedores, o Tricolor gaúcho ocupa o nono lugar (com 14 pontos) no torneio, retomado neste fim de semana após um mês de recesso para a Copa América.

O próximo compromisso do time na competição está marcado para o próximo sábado, contra o Inter no estádio Beira-Rio. Antes disso, no entanto, o técnico Renato Portaluppi e seus comandados têm pela frente o duelo contra o Bahia em Salvador (BA), nesta quarta-feira, na partida de volta das quartas-de-final da Copa Libertadores de América – o primeiro confronto, na Arena, terminou empatado em 1 a 1.

Escalações

O Grêmio do técnico Renato Portaluppi colocou em campo Paulo Victor, Léo Moura, David Braz, Rodriguez, Juninho Capixaba, Rômulo (Everton), Matheus Henrique (Da Silva), Thaciano, Jean Pyerre, Pepê e Luan (Patrick).

Já o Vasco, sob o comando de Vanderlei Luxemburgo, escalou Fernando Miguel, Pikachu, Henríquez, Ricardo, Danilo Barcelos, Richard, Raul, Marcos Júnior (Lucas Mineiro), Rossi, Valdívia (Marrone) e Marquinho (Talles).

Resumo

Aos 13 minutos do primeiro tempo, o zagueiro gremista David Braz – em tarde de estreia com a camisa tricolor – cometeu pênalti ao puxar o vascaíno Henríquez. Na cobrança, lateral-direito Yago Pikachu colocou o cruzmaltino carioca na frente.

Na etapa completamentar, Pikachu fez 2 a 0 para a equipe visitante quando o cronômetro marcava apenas 20 segundos de bola rolando, mas a revisão do lance pelo VAR (árbitro de vídeo) levou a juiz a anular o lance.

Os donos da casa reagiram, evitando um tropeço em casa. Coube ao atacante tricolor Pepê igualar o placar aos 15 minutos da etapa final e decretar a virada aos 41 minutos. Com 9 pontos, o Vasco está em décimo-quinto lugar (posição que pode mudar conforme os resultados paralelos).

Lances

Os primeiros minutos da partida foram equilibrados. A primeira chance gremista veio logo aos 3 minutos, com Juninho Capixaba pela esquerda, que fez um cruzamento rasteiro para Luan na área, mas Fernando Miguel fez a defesa.

Com uma falta na direita, a bola foi colocada na área gremista pelo ex-colorado Valdívia e chegou a Oswaldo Henríques, que tentou a conclusão mas foi puxado por David Braz e caiu: pênalti. Pikachu abriu o placar para o time carioca, aos 14 minutos.

O Grêmio tentou reagir e por vezes chegou com chances de gol. Em uma delas, aos 31 minutos, o veterano lateral Léo Moura cruzou, mas a defesa cortou. Em seguida, Pepê fez uma jogada individual e chutou a gol, mas o arqueiro cruzmaltino defendeu.

Aos 37 minutos, Renato Portaluppi tirou Rômulo para colocar Everton “Cebolinha”. Mesmo assim, os visitantes seguiram melhores e levaram novo perigo. Raul invadiu a área e, cara a cara com Paulo Victor, finalizou, mas o camisa 1 fez grande defesa.

No no segundo tempo, os relógios mostravam apenas 20 segundos quando o Vasco partiu para o ataque e conseguiu marcar. Yago Pikachu tabelou com Rossi, fez jogada individual, invadiu a área e mandou para o fundo da rede, mas o gol foi anulado devido a uma falta sobre Matheus Henrique.

Já com 7 minutos, o Tricolor tentou novamente em uma jogada de escanteio em que a bola foi alçada no primeiro poste para Juninho Capixaba subir e cabecear a gol. Fernando Miguel defendeu.

Insistindo no ataque, o Grêmio conseguiu empatar. Aos 14 minutos, Pepê invadiu a área em velocidade e chutou cruzado, empatando o jogo. Minutos depois, Luan chutou uma bola que acabou desviada, sobrando para Pepê finalizar de primeira, para fora.

O Vasco ensaiou uma reação, aos 27 minutos, com um chute cruzado de Marcos Júnior procurando o ângulo esquerdo, mas Paulo Victor fez uma boa defesa.

Aos 30 minutos, nova substituição no Grêmio: Da Silva (recém promovido aos profissionais) no lugar de Matheus Henrique. Cerca de 3 minutos depois, os cariocas obtiveram uma falta, cobrada perigosamente por Danilo, mas Paulo Victor conseguiu impedir o gol.

Na reta final do jogo, já com Patrick no lugar de Luan, o Mosqueteiro gaúcho conseguiu a virada. Em lance pela direita, Thaciano invadiu a área e acionou Léo Moura, que colocou na medida para Pepê mandar de cabeça no canto esquerdo, aos 40 minutos: Grêmio 2 a 1, placar final na Arena.

(Marcello Campos)