Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
28°
Fair

Brasil Empresa é condenada a indenizar uma funcionária que recebeu o apelido de “Free Willy”, nome de uma famosa baleia

Nos casos mais graves, cinco TRTs pagaram a 335 magistrados, de 2010 a 2014, o total de R$ 23,7 milhões a título de indenização (Foto: Reprodução)

A empresa de alimentos BRF foi condenada a pagar 5 mil reais de indenização após uma funcionária ser apelidada de “Free Willy”, em referência à orca que aparece em um filme de mesmo nome. O Tribunal Regional do Trabalho de Goiás considerou que houve assédio moral por parte do superior da vítima.

A funcionária disse que sofria constantes humilhações, sendo chamada ainda pelo superior de baleia e betoneira. Além disso, ela relatou que, em 2014, uma colega se recusou a lhe entregar o kit de Natal dado a todos empregados, chamando-a de “maranhense morta de fome”.

Em nota, a BRF S.A informou que abriu uma sindicância interna para apurar as circunstâncias do ocorrido. Testemunhas ouvidas pela Justiça também relataram que ouviam o superior ofendendo-a para outros funcionários, usando os apelidos pejorativos.

Na decisão, o entendimento foi que a ação “trata-se na verdade de conduta abusiva, de natureza psicológica […], caracterizando o assédio moral”. A juíza considerou ainda que a conduta do superior e de uma colega de trabalho, apontados como as pessoas que ofendiam a funcionária, era incompatível com o local de trabalho e que nada foi feito para coibir a humilhação.

A empresa chegou a recorrer da sentença, mas o recurso foi negado. (AG)

tags: chp

Todas de Brasil

Compartilhe esta notícia:

Família está em choque após adotar um jovem refugiado que fingiu ter 12 anos, mas, na verdade, era um terrorista treinado de 21 anos
Brigada Militar retira armamento de circulação na Região Metropolitana da Capital
Deixe seu comentário
Pode te interessar