Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > O combate à evasão escolar é um dos desafios da rede municipal de ensino de Porto Alegre para o ano que vem

Empresários da Região das Hortênsias lançam campanha contra o turismo ilegal

Prefeito de Gramado, Fedoca Bertolucci, e Fernando Boscardin. (Foto: Cássio Brezolla/Divulgação)

O SindTur (Sindicato da Hotelaria, Restaurantes, Bares, Similares, Parques e Museus da Região das Hortênsias) lançou na quarta-feira (28) a campanha Turismo Legal. O projeto tem por objetivo a legalização do turismo na região, tendo como principais reivindicações a regularização do aluguel de temporada, o combate às abordagens nas ruas para publicidade de restaurantes e venda de imóveis fracionadas e a regulamentação do transporte clandestino.

Durante o lançamento, foram apresentadas as peças publicitárias que sustentarão o Turismo Legal, que inclui páginas em redes sociais e até um canal de WhatsApp (99663.1931) para atendimento das denúncias de irregularidades.

No folder, o SindTur lembra que os sites de reservas hoteleiras cobram comissões entre 14% e 30%, e sugere que os turistas negociem diretamente com os hotéis. E lista as vantagens: tarifas mais baixas, facilidade de negociação, maior disponibilidade de vagas, maior geração de empregos e reinvestimento em qualidade.

Outro ponto abordado é o transporte regularizado feito pelas agências de turismo, com veículos regularizados e profissionais treinados. De acordo com a campanha, nestas empresas o turista estará coberto por seguros, terá garantia de serviços e emissão de notas fiscais, além de gerar emprego e renda na cadeia produtiva. Lembra, ainda, que muitas vezes os motoristas informais realizam roteiros e passeios em locais de pouco interesse, “mas onde os motoristas são melhor comissionados”.

O SindTur também quer coibir a abordagem de rua feita por pessoas que oferecem ofertas de serviços. “Bons restaurantes não abordam seus clientes nas ruas. Ao receber indicações, pesquise opiniões na internet e faça sua avaliação com critério”, sugere o material que será distribuído nos principais pontos da cidade.

A campanha Turismo Legal também combate o aluguel de temporada, alertando que ele é um foco importante de sonegação e especulação imobiliária. O SindTur lembra que os hotéis são lugares projetados para esta atividade, com segurança e vistorias anuais para prevenção de acidentes e incêndios.

Durante o lançamento da campanha, o presidente do SindTur, Fernando Boscardin, disse que ela será o “marco inicial de um novo olhar, de uma nova postura, e de políticas públicas para o turismo, respeitando aqueles que estão regularmente estabelecidos e de acordo com as boas práticas”. “Não podemos transformar o nosso maior benefício, que é o turismo, em morte”, afirmou Boscardin. “Temos que lapidar esta joia que é a Região das Hortênsias, e não vulgarizá-la”, finalizou.