Últimas Notícias > Esporte > Futebol > Grêmio aguarda apresentação de David Braz para junho

Encontro que estimula a ressignificação das relações de trabalho acontece nesta quinta-feira (16), na Capital

Equipe do Projeto HáComTecer. Primeiro encontro acontece nesta quinta-feira (16), às 19h30min, no Simplify (Av. Bastian, 121, Bairro Menino Deus - POA). (Foto: divulgação)

O mundo do trabalho é tecido por relações inter-humanas, e nesta tecitura podem emergir perversidades (in)visíveis. Por vezes, as pessoas vivenciam essas experiências, mesclando sentimentos como vergonha e culpa acabam adoecendo. O Círculo de Ressignificação das Relações de Trabalho, promovido pelo Projeto HáComTecer, surge como uma oportunidade de compartilhamento de experiências e vivências perversas no mundo do trabalho, oportunizando o desenvolvimento de uma rede de apoio.

O primeiro encontro acontece dia 16 de maio (quinta-feira), às 19h30, no Simplify (Av. Bastian, 121, Bairro Menino Deus – POA). Conduzido por profissionais de comunicação e psicologia, este momento propõe reunir um grupo limitado a cada encontro, para que o ambiente seja acolhedor para os participantes, encorajando-os a se colocarem como personagens ativas neste movimento de ressignificação das relações de trabalho, por meio de uma nova consciência comunicacional nas organizações.

Este encontro é promovido a partir da política de corresponsabilização financeira. Na ocasião, serão apresentados os custos para a realização do evento. A contribuição será voluntária e anônima ao longo do encontro. As inscrições devem ser feitas pelo site www.hacomtecer.com.br.

Projeto HáComTecer

A HáComTecer surgiu quando Renata Andreoni, Fernando Lemos e Fernanda Moraes perceberam que suas pesquisas de mestrado e doutorado tinham algo em comum: ressignificiar as relações de trabalho a partir de uma nova perspectiva comunicacional. Inquietos com a ineficiência que a comunicação se apresenta nas empresas, voltaram seus estudos para o impacto que a comunicação possui no aumento dos adoecimentos mentais e relações perversas, que, por vezes, resultam em assédio moral organizacional.

Das discussões, começaram a formatar o Projeto HáComTecer, que foi lançado em 30 de abril, véspera do Dia do Tralhador. Além do Círculo de Ressignificação das Relações de Trabalho, já estão agendadas palestras, workshop, entre outras iniciativas para que os profissionais de mercado tenham respaldo para fortalecer seus vínculos nas relações de trabalho, a partir de uma nova perspectiva da comunicação.

Além da agenda de eventos e conteúdos, o site do projeto – www.hacomtecer.com.br – apresenta testemunhos anônimos de pessoas que sofreram alguma relação perversa em seus trabalhos. O objetivo de dar visibilidade aos relatos é oportunizar um espaço para que os profissionais possam compartilhar suas experiências e refletir sobre o comportamento e as relações vividas nas organizações.

Deixe seu comentário: