Últimas Notícias > Esporte > Um relógio dado de presente por Ayrton Senna pode valer 790 mil reais em leilão

Ensaísta condenado por negar a existência do Holocausto

O ensaísta francês de extrema direita Alain Soral foi condenado pelo Tribunal Penal de Paris a um ano de prisão por contestar a existência do Holocausto. Soral, cujo nome verdadeiro é Alain Bonnet, foi condenado por negação do Holocausto e por publicar em seu site textos de seu advogado sobre outro caso. Ele não estava presente na leitura da deliberação no Tribunal de Paris.

Deixe seu comentário: