Últimas Notícias > Esporte > Luan e Ramiro participam de treinamento com bola na reapresentação do Grêmio

Entre 2014 e 2017, o Rio Grande do Sul registrou uma redução de 22% nos acidentes com morte envolvendo caminhões

João Jardim Silveira, da divisão de Educação para o Trânsito do DetranRS, palestrou sobre estatísticas da acidentalidade com caminhões. (Foto: DetranRS)

Entre os anos de 2014 e 2017, o Rio Grande do Sul registrou uma redução de 22,7% nos acidentes com morte envolvendo caminhões. O número passou de 437 acidentes em 2014, para 338 em 2017. O registro de vítimas fatais também caiu de 509 em 2014, para 395 em 2017. Os dados foram apresentados pelo DetranRS na 20ª edição da Transposul – Feira e Congresso de Transporte e Logística, no final de junho no Fundaparque, em Bento Gonçalves.

Do total de acidentes no período de quatro anos (1.531), 899 foram colisões frontais ou traseiras (58,7%). A estatística está associada a comportamentos de risco tais como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e falta de distância de segurança. Considerando a participação das vítimas, do total de 1.792 mortes, 782 foram de condutores dos veículos envolvidos – não necessariamente dos caminhões – (43,6%), 356 eram passageiros desses veículos (19,9%), 334 eram motociclistas (18,6%). Outros 203 eram pedestres que vieram a óbito (11,3%).

Além de apresentar os dados da acidentalidade e oferecer informações no estande, o DetranRS levou à feira suas ações de combate a acidentalidade. O DetranRS reuniu representantes de instituições parceiras da Operação Viagem Segura para avaliar o trabalho dos primeiros seis meses de 2018. A operação conjunta de esforço de fiscalização para a redução da acidentalidade ocorre sistematicamente nos feriados e datas festivas. Participaram ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), Cetran/RS (Conselho Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul), Comando Rodoviário da Brigada Militar, Polícia Civil, EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação de Porto Alegre), prefeituras de Porto Alegre, Canoas e Camaquã, assim como Lions Club.

Premiação Transportadora da Vida

O público acompanhou a solenidade de entrega da 12ª premiação do Transportadora da Vida. Criado em 2007, o Programa capacita, faz auditorias e acompanhamento de ações nas empresas que pretendam reduzir o número de infrações, acidentes e vítimas de trânsito nas rodovias. Neste ano, 25 empresas se inscreveram para o processo de certificação, que avalia por meio de uma lista de 23 itens de verificação.

Para a premiação ouro, prata e bronze foram dez inscritas que, além de preencherem os requisitos do selo, apresentaram um case de educação e segurança e expuseram indicadores de desempenho no trânsito e idade média da frota. Vinte motoristas profissionais que se destacaram pela preocupação com a segurança no trânsito também foram homenageados por suas ações.

Empresas premiadas:

Troféu Ouro – Vitória Provedora Logística

Troféu Prata – Ritmo Logística S.A

Troféu Bronze – Transportes Rodoviários Letsara Ltda.

Empresas certificadas:

Vitória Provedora Logística

Transportes Gabardo Ltda

Concessionária da Rodovia Osório Porto Alegre S/A

Transportes Rodoviários Letsara Ltda

Henrique Stefani Transporte e Logística Ltda

Modular Transportes Ltda

Ritmo Logística S/A

Scapini Transporte e Logística Ltda

Unidão Transportes e Logistica Ltda

Rodoviáro Bedin Ltda

Transportadora Transmiro Ltda

Transportes Dalçóquio Ltda

Transportadora Augusta SP Ltda

Rodoboll Transportes Ltda

Roglio Logística S/A

Translíquidos Ltda

Transportadora Hammes Ltda

HB Transporte e Logística Eireli

Rodofama Transportes Rodoviários Ltda

TW Transportes e Logística Ltda.

Deixe seu comentário: