Últimas Notícias > Notícias > Semana Farroupilha > Programação Ofical do Acampamento Farroupilha, Parque da Harmonia, nesta quarta-feira (19)

Escola mundial de educação digital inaugura primeira sede em Porto Alegre

A sede tem capacidade para mais de 400 alunos e está com inscrições abertas para 11 diferentes cursos sobre programação, criação de games, desenvolvimento de aplicativos, robóticas, entre outros. Foto: divulgação

A terceira maior escola do mundo de educação digital para crianças e adolescentes, a Happy Code, inaugurou a primeira filial em Porto Alegre. A sede tem capacidade para mais de 400 alunos e está com inscrições abertas para 11 diferentes cursos sobre programação, criação de games, desenvolvimento de aplicativos, robóticas, entre outros. As aulas começam em março. Nascida em Valinhos, a rede expandiu 1000% nos últimos anos, contando hoje com 85 unidades no Brasil e 15 no exterior. Na capital gaúcha, a filial irá funcionar na rua Mostardeiro, 939, no bairro Moinhos de Ventos.

A escola busca desenvolver as habilidades do século XXI através do ensino de competências digitais como programação de games e aplicativos. Para isso, propõe um método não convencional de ensino em que o aluno desenvolva projetos a partir do conhecimento obtido. A metodologia é baseada no conceito global STEM – em que se ensina conteúdos multidisciplinares envolvendo noções de ciências, tecnologia, engenharia e matemática. Além disso, as salas de aula funcionam em formato de ilha para facilitarem a circulação dos professores e incentivarem a interação entre o grupo.

Com o objetivo de se manter atualizada quanto às novidades no setor de tecnologia e educação, a Happy Code dispõe de um escritório exclusivo no Vale do Silício, nos Estados Unidos. O que se observa como tendência, aponta Pedro Wolf, um dos três sócios da filial em Porto Alegre, é que a educação digital será indispensável para as novas gerações. “Entendemos que a tecnologia vai impactar todos os segmentos de mercado, não importando a área. O profissional que deseja comandar as mudanças no futuro precisa conhecer as áreas de programação e codificação, além de possuir uma visão ampla do meio digital”, explica.

Dados da consultoria de Recursos Humanos Manpowergroup corroboram com essa previsão. A pesquisa aponta que 65% dos empregos de pessoas nascidas em 1998 e 2010 nem existem ainda, revelando a necessidade de profissionais capacitados para inovar e propor novos modelos de negócio. Dentro dessa lógica, Fortes explica que o estudo de programação e tecnologia ajuda a desenvolver o pensamento processual e lógico que tem reflexos no método criativo.

O bom uso da Internet

Outra questão trabalhada pela escola é o bom uso da internet. Com o acesso ilimitado à informação e a exposição dos jovens a conteúdos irrestritos, há riscos que muitas vezes preocupam os pais quando os filhos utilizam a rede. “Proibir não é o caminho. É difícil realizar o controle 100% do tempo do que as crianças acessam nos tablets e smartphones. Orientamos as famílias a explicar o que é certo e errado. A confiança sempre será a chave para a criação de bons valores”, complementa Wolf.

As atividades curriculares começam em março na Happy Code Moinhos de Ventos, mas o empresário ressalta que a escola está aberta aos interessados que desejarem realizar visitas e conhecer um pouco mais da metodologia.

Mais informações pelo telefone 3907-0101.

Deixe seu comentário: