Últimas Notícias > Notas Capital > Clínicas inaugura nova torre de elevadores

Especialistas alertam para a importância da imunização contra o HPV a fim de prevenir o câncer genital

Imunizar-se antes da primeira relação sexual é aconselhado pelos médicos. (Foto: Reprodução)

A imunização contra o HPV (papiloma vírus humano) é altamente recomendada por especialistas. Alguns tipos do vírus estão relacionados ao desenvolvimento do câncer genital (colo de útero, vulva, vagina, pênis e ânus). Destes, o de colo de útero é o que mais preocupa, pois em 97% dos casos ele é causado pelo vírus HPV.

A vacinação contra o HPV é indicada para mulheres dos 9 aos 45 anos e homens dos 9 aos 26 anos. Imunizar-se antes da primeira relação sexual também é aconselhado por especialistas, pois a pessoa ainda não teve nenhum contato com o vírus.

Nesse caso, os pré-adolescentes e adolescentes seriam beneficiados pela imunização. “É importante compreender que a vacinação contra o HPV deve abranger todos os jovens, meninos e meninas. Como principal foco em relação às meninas, está a prevenção contra câncer de colo do útero, que é de alta incidência em casos de contaminação por esse vírus. No caso dos meninos, muitos pensam não ser importante, mas cada vez vemos mais casos de transmissão em suas relações”, disse o pediatra Marcio Doernte, diretor técnico da clínica de vacinas MDC do Mãe de Deus Center.

Dados 

Os números divulgados pelo Ministério da Saúde em março deste ano mostram que um alto índice de jovens entre 16 e 25 anos está infectado pelo HPV. Foram entrevistados 7.586 jovens do SUS (Sistema Único de Saúde). Destes, apenas 2.669 passaram por testes para a detecção do vírus. Do total de confirmados, 38,4% registraram um dos tipos mais temerários do vírus, capaz de causar câncer.

Imunizar como forma eficaz de prevenção

A prevenção contra o câncer é o fator de suma importância que leva os especialistas a alertarem os jovens. “No sentido de prevenir o câncer, essa imunização é essencial. Para as meninas, devido a um índice preocupantemente alto de surgimento de câncer de colo de útero, após contaminação por HPV. E para os meninos, para prevenir o surgimento de câncer genital”, acrescentou Doernte. Entre as vacinas oferecidas, a quadrivalente é a mais indicada por ser a mais completa. Encontrada em clínicas privadas é a que tem mais eficácia, contendo os HPV’S dos tipos 6,11,16 e 18.

Gripe

A campanha de vacinação contra a gripe no Brasil atingiu 76,1% do público-alvo até segunda-feira (11), informou o Ministério da Saúde. A meta da campanha é vacinar 54,4 milhões de brasileiros, mas ainda faltam 12,7 milhões para que ela seja atingida.

A expectativa é que esses brasileiros se vacinem até sexta-feira (15), quando termina o prazo para a imunização que começou no dia 23 de abril. A vacina contra a gripe é indicada por pessoas em maior risco de transmissão (como profissionais da saúde) ou pessoas com maior possibilidade de desenvolver complicações mais graves (como é o caso de idosos). O governo informa que, caso haja disponibilidade de vacinas nos Estados e municípios, a imunização poderá ser ampliada para crianças de 5 a 9 anos de idade e adultos de 50 a 59 anos.

Na segunda-feira, a prefeitura de Porto Alegre ampliou a vacinação contra a gripe para toda a população, mantendo como prioridade os públicos-alvo, com ênfase para crianças e gestantes.

Deixe seu comentário: