Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, diz que considera testemunhar em processo de impeachment contra ele

Estuprador confessa ter atraído 13 vítimas a partir de anúncios de emprego na Bahia

O auxiliar de serviços gerais Luís Alberto dos Santos Farias confessou ter cometido 13 estupros. (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Preso em flagrante na quinta-feira (10), o auxiliar de serviços gerais Luís Alberto dos Santos Farias, 35 anos, confessou ter cometido 13 estupros na Bahia. Ele ainda contou que todas as vítimas foram selecionadas por ele numa página de anúncio de empregos.

De acordo com informações da Polícia Civil da Bahia, a estratégia de Luís Alberto consistia em buscar as vítimas em um site de vendas que anuncia vagas de emprego. Na sequência, o agressor entrava em contato com as mulheres, marcava a falsa entrevista e então se passava por motorista do suposto contratante.

No carro, as vítimas eram dopadas e estupradas pelo homem. Depois, elas eram roubadas e abandonadas em alguma região pouco movimentada.

Ainda segundo a polícia, a suspeita é que o homem tenha cometido cerca de 40 abusos sexuais em Salvador e na região metropolitana, entre fevereiro e setembro deste ano.

“Ele confessa 13 estupros e acreditamos que esse número pode aumentar após esta apresentação”, declarou a delegada Fernanda Porfírio, que é diretora do Depom (Departamento de Polícia Metropolitana), em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (11).

As investigações começaram durante o carnaval deste ano, quando várias denúncias foram registradas na região. Contudo, ele só foi identificado em setembro após cometer um estupro e abandonar o veículo. Na ocasião, o carro ficou atolado em uma região de brejo e foi deixado no local.

Depois de levar o caso aos policiais, a vítima guiou-os até o local. “Já sabíamos da existência do veículo, que possui restrição de roubo e placa clonada. Ele costumava abandonar e roubar as mulheres após cometer os estupros”, explicou a delegada.

Com o acusado, a polícia apreendeu medicamentos (incluindo um estimulante sexual), uma balaclava preta e um coldre de arma de fogo. Ele foi preso preventivamente e deve seguir para o sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.