Últimas Notícias > Colunistas > Dinheiro voltando

Ex-presidente Michel Temer se apresenta e é preso na sede da Polícia Federal, em São Paulo

Temer (foto) e seu amigo coronel Lima foram presos na quinta-feira, depois que o TRF-2 revogou liminar e restabeleceu a ordem de prisão do juiz Marcelo Bretas. (Foto: Beto Barata/PR)

O ex-presidente Michel Temer (MDB) saiu de sua casa, no bairro Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, por volta das 14h40 desta quinta-feira (9). Ele segue a caminho da Superintendência da Polícia Federal.

Na quarta-feira (8), o TRF2 (Tribunal Regional Federal da 2ª Região) decidiu revogar o habeas corpus de Temer e João Baptista Lima Filho, conhecido como coronel Lima. Eles haviam sido soltos no dia 25 de março após decisão liminar do desembargador Ivan Athié.

Pedido para ficar na Sala de Estado Maior no QG da PM

A defesa do ex-presidente Michel Temer pediu à juíza Caroline Figueiredo que o emedebista cumpra prisão preventiva em uma Sala de Estado Maior no Quartel General da Polícia Militar de São Paulo. Em petição à 7ª Vara Criminal Federal do Rio, advogados de Temer alegam que “como é sabido, o Requerente tem domicílio em São Paulo, onde reside com sua família”.

O restabelecimento da prisão de Michel Temer se deve às investigações com irregularidades em contratos para a construção da usina nuclear de Angra 3, no Rio de Janeiro. Segundo as investigações, o esquema criminoso envolvia pagamentos e desvios (alguns já efetuados e mais prometidos) que superam R$ 1, 8 bilhão. A defesa do ex-presidente nega as acusações.

Deixe seu comentário: