Últimas Notícias > Capa – Você viu > Parrilla del Sur apoia ONG pró doação de órgãos VIAVIDA

A Expointer 2017 terminou com um recorde histórico nas vendas da Agricultura Familiar

Coletiva com os números finais da Expointer 2017. (Foto: Karine Viana/Palácio Piratini)

A 40ª Expointer recebeu, em nove dias de feira, mais de 382,6 mil pessoas e movimentou R$ 2.035.790.142,62 em negócios. Os resultados da mostra agropecuária, considerada uma das maiores do gênero na América Latina, foram levantados até as 13h deste domingo (3) e divulgados pelo governador José Ivo Sartori, na Central de Imprensa do Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio.

O crescimento de aproximadamente 6% na comercialização, em comparação à edição do ano passado, foi devido ao volume de negócios da Feira da Agricultura Familiar. Foram R$ 2.851.010,62 em vendas de produtos coloniais, um aumento de 40% em comparação com 2016, um recorde histórico, segundo o governo.

Para o secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, Tarcisio Minetto, há uma série de razões que explicam o avanço significativo da agricultura familiar. “Além de uma semana inteira de tempo bom, a melhoria contínua dos produtos da agricultura familiar, a grande diversidade e, principalmente e o reconhecimento da sociedade para a segurança alimentar encontrada nos produtos coloniais contribuíram para este resultado que superou todas as expectativas”, analisou.

A variedade nas bancas, que expuseram mais de 200 produtos diferentes, com várias inovações e novos sabores, além de uma área especial para a produção orgânica foram outros pontos ressaltados por Minetto.

Queda

A venda de animais foi o único setor que registrou queda em relação à edição anterior. Com R$ 10.613.132,00 em negócios, a redução foi de 12%. O artesanato comercializou R$ 1.100.000,00. Já os negócios no setor de máquinas e implementos agrícolas chegaram a R$ 1.923.226.000,00, um aumento de 0,75% em relação a 2016.

Ao todo, foram promovidos 479 eventos, que receberam mais de 40 mil pessoas. O público pode conhecer a representação também de 19 Estados e 11 países.

Criação de delegacia

O governador Sartori destacou as ações divulgadas no período de 26 de agosto até 3 de setembro pelo governo do Estado, como o anúncio da criação de uma delegacia da Polícia Civil especializada em combater crimes de abigeato (roubo de gado). “Sabemos o quanto avançamos durante a Expointer. Este ano, a agricultura familiar deu um salto muito interessante. Acredito que, até o final do ano, teremos novidades para o novo pavilhão”, afirmou. “O Estado, assim como a Expointer, também está fazendo a sua travessia. Fazemos o que pudemos, não é tudo aquilo que queríamos fazer, mas o que a gente pode”, completou.

O secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, agradeceu a todos que se empenharam na organização desta edição comemorativa. “Não temos dúvidas de que é uma feira que é patrimônio de todos os gaúchos. Podemos afirmar, com toda certeza, que a 40ª Expointer transcorreu de forma positiva, dentro de um contexto muito real, num ambiente com harmonia, astral positivo e de congregação”, afirmou.

“Esse é um espaço onde se integra o campo com a cidade, um valor que não se tem como mensurar em cifras, mas algo muito significativo para o desenvolvimento do agro brasileiro”, lembrou Polo, que também comemorou as boas safras de 2017.

Para o secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, a edição mostrou a força do cooperativismo. “O pavilhão da Agricultura Familiar é um espaço de saudade da avó e do avô, onde o público se sente à vontade e onde estamos recuperando o consumo pelos produtos das agroindústrias”, constatou.

O prefeito de Esteio, Leonardo Pascoal, destacou a participação do município na mostra agropecuária. “Além das 270 toneladas de resíduos coletados, vistoriamos 250 estabelecimento pela Vigilância Sanitária, não tivemos caso de prostituição infantil, aplicamos vacinas, fizemos 60 atendimentos pelo Procon e 15% menos ocorrências, culminando com o fato inédito de nenhum registro de furto durante a feira”, concluiu.

Homenageados

Na coletiva de imprensa, foram homenageados, em nome de todos os realizadores, produtores, criadores e expositores que passaram pela história da Expointer, duas personalidades da feira. O fiscal veterinário Udo, que há 35 anos participa da inspeção dos animais no desembarcadouro, e o produtor e expositor de gado Jersey, de 93 anos, Manuel Azambuja, de Bagé, que desde 1952, quando a feira era realizada no bairro Menino Deus, em Porto Alegre, contribui para a exposição.

Também participaram da divulgação do balanço, o vice-governador José Paulo Cairoli; o subsecretário do Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, Sérgio Bandoca Foscarini da Silva; e representantes das entidades parceiras da Expointer: Simers, Farsul, Fetag, Ocergs, Febrac e Associação Brasileira de Criadores de Cavalo Crioulo.

Expointer 2017

A 40ª edição da Expointer, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, contou com mais de 280 atrações simultâneas, entre exposições, palestras técnicas, shows e eventos culturais, além dos julgamentos e leilões de animais. A feira contou também com 3.207 animais de argola, de 88 raças diferentes, inscritos nas competições.

O Parque Assis Brasil tem 45,3 mil metros quadrados de pavilhões cobertos, 70 mil metros quadrados de área de exposição, nove espaços para leilões, auditórios e 19 locais para julgamentos. A estrutura tem também 10 mil vagas de estacionamento, postos médicos, restaurantes, agências bancárias e internet.

Deixe seu comentário: