Últimas Notícias > CAD1 > “Nunca estivemos tão próximos”, diz presidente Romildo sobre a compra da gestão da Arena

Expulsão de Aécio Neves começa a ser analisada pelo PSDB

O deputado Aécio Neves é réu por corrupção passiva e tentativa de obstrução judicial das investigações da Operação Lava-Jato. (Foto: Agência Brasil)

Após se tornar réu e ser investigado em uma série de inquéritos sob acusação de corrupção passiva e obstrução da Justiça, o deputado Aécio Neves (PSDB-MG), poderá ser expulso do partido. O pedido, feito pelo diretório municipal de São Paulo, deve chegar ao Conselho de Ética do PSDB nesta quarta-feira (21).

A solicitação será enviada ao conselho em uma reunião da executiva nacional, do PSDB. A aproximação da data elevou a pressão interna para que Aécio peça afastamento, mas o ex-governador, ex-senador e ex-presidenciável resiste à ideia.

No caso de se afastar de forma voluntária, Aécio manteria seu mandato, mas seria desligado do partido até que suas acusações de corrupção fossem julgadas pela Justiça. Se absolvido, poderia retornar ao PSDB.

Deixe seu comentário: