Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Isis Valverde relaciona morte do menino Rhuan com movimento feminista

A faixa preferencial para ônibus na avenida Ipiranga, em Porto Alegre, entra em operação nesta segunda

Trecho é de 900 metros, entre as avenidas Elias Cirne Lima e Antônio de Carvalho. (Foto: EPTC/Divulgação)

A faixa preferencial para o deslocamento de ônibus na avenida Ipiranga, em Porto Alegre, entra em operação a partir desta segunda-feira (14). O trecho de 900 metros, no sentido Centro-bairro, está situado entre as avenidas Elias Cirne Lima e Antônio de Carvalho. A medida faz parte do Programa de Priorização do Transporte Coletivo, que identificou os principais gargalos do trânsito na Capital.

Nesses locais, foram desenvolvidos estudos para melhorar a mobilidade, sendo o da avenida Ipiranga o primeiro a ser concluído e, agora, implementado. A redução prevista no tempo do deslocamento dos ônibus no trecho será de 70%.

No trecho, que recebeu demarcação com uma sinalização azul contínua, será preferencial a circulação de ônibus das 16h às 20h, de segunda a sexta-feira, incluindo o trânsito dos lotações. A circulação dos demais veículos somente será permitida para acessos e conversões ou fora do horário regulamentado. Em razão de inúmeras reclamações de usuários de ônibus sobre o uso inadequado de veículos nas demais faixas preferenciais existentes na cidade, a EPTC irá monitorar a circulação, além da presença dos agentes no local, agora também via câmeras, com possibilidades de autuação para quem não respeitar a sinalização. Os agentes da EPTC já orientam os condutores no local antes mesmo do início da operação. As autuações, via câmera, se estendem também para as demais faixas preferenciais.

O tempo médio para percorrer os 900m, sem a faixa, nos horários de intenso movimento, é de 12 minutos. Com a faixa, a expectativa é que os ônibus percorram o mesmo trecho, e nos mesmos horários, em três minutos, conforme diagnóstico dos engenheiros de tráfego da EPTC. Diariamente, mais de 23 mil usuários de transporte coletivo usam as seis linhas que circulam na região. “A faixa também deve reduzir em 15% (9 minutos) o tempo médio de viagem de cada linha” explica o gerente de Planejamento de Transporte da EPTC, Flávio Tumelero Júnior.

Programa de Priorização do Transporte Coletivo

Segundo a prefeitura, as medidas de priorização do transporte coletivo contribuem para a regularidade da operação e mais agilidade nas viagens, o que auxilia na diminuição no tempo do deslocamento dos usuários. Isso atrai novos passageiros, pois melhora a qualidade do serviço. Além disso, com viagens mais rápidas, sem congestionamento, é possível economizar combustível.

Legislação

Segundo o Artigo 184 do CTB (Código de Transito Brasileiro), a circulação dos demais veículos, na faixa ou via de tráfego preferencial, é considerada infração gravíssima, passível de multa de R$ 293,27 e sete pontos na CNH, com previsão de recolhimento do veículo.

Outros locais de faixa preferencial na cidade: Icaraí, Nonoai, Cavalhada, Bento Gonçalves, Brasil e Assis Brasil.

Deixe seu comentário: