Sábado, 18 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Fair

Capa – Caderno 1 Família e amigos de senegalês encontrado morto em Porto Alegre exigem justiça

A polícia suspeita que o caso seja de latrocínio. (Foto: Rodrigo Ziebell/SSP)

No bairro Belém Velho, na zona sul da capital gaúcha, foi encontrado morto, no domingo (2), o senegalês Babacar, de 35 anos, que trabalhava como motorista de aplicativo. Na manhã desta terça-feira (4), familiares e cerca de 20 amigos do homem, residentes em Porto Alegre, reuniram-se em frente ao Palácio da Polícia, no bairro Azenha para cobrar informações sobre andamento da investigação do caso.

A comunidade senegalesa que vive no Rio Grande do Sul, em situação de baixa renda, está se mobilizando para arrecadar doações para o translado do corpo da vítima. O valor necessário é de R$ 17 mil para levar Babacar de volta para casa. O irmão da vítima, Ibra Niang, deve viajar para realizar o enterro que ocorrerá na cidade natal do senegalês, Watef.

 

Babacar chegou ao Brasil em 2013, para tentar uma vida melhor. Ele trabalhou em vários outros ramos até chegar no meio de aplicativos de transporte. Com pouco mais de seis meses no ramo, o corpo do senegalês foi encontrado em uma via de chão batido entre os bairros, Belém Velho e Lomba do Pinheiro. O crime inicialmente foi tratado estaria como homicídio. Porém, como o carro da vítima foi encontrado atolado no bairro Cascata, as investigações da policia agora seguem a linha de latrocínio (roubo seguido de morte). O caso agora é investigado pela 19ª Delegacia de Polícia.

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

Compartilhe esta notícia:

Ministro Luiz Henrique Mandetta participará do Desafios da Saúde na capital
Acusado de estuprar filha e enteada é preso em Teutônia
Deixe seu comentário
Pode te interessar