Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Bolsonaro vai manter os saques do FGTS, apesar da preocupação de empresários

Feira do Peixe movimenta o centro da Capital, atraindo centenas de consumidores

A Peixaria Japesca, com uma tradição de mais de 50 anos no mercado, participa como apoiadora oficial da 239ª edição da Feira do Peixe de Porto Alegre e está fornecendo cerca de 100 toneladas de Tainha e outras 100 toneladas dos demais pescados, incluindo Salmão e frutos do mar. (Fotos: divulgação)

Foi aberta nesta terça-feira (16) a Feira do Peixe, no Largo Glênio Peres, na Capital. A iniciativa chega a sua 239ª edição, movimentando o centro da cidade e possibilitando a centenas de consumidores a aquisição de peixes frescos e variados a preços acessíveis. Uma das maiores atrações do local fica para a Tainha na taquara, uma tradição que nasceu nas ilhas do Guaíba, mantida por inúmeras gerações de pescadores. Carmem Lúcia Oliveira e Áurea Ribeiro, ambas da Ilha da Pintada, estão servindo a iguaria tanto para quem opta por degustar o peixe no local, ou levar para casa, embalado na hora que sai da taquara. Carmem diz que a Tainha começa a ser assada a partir das 06h30min, temperada com sal, pimenta e ervas. Segundo ela, a expectativa é de vender cerca de 500 quilos por dia.

Júlio César Garcia atende na barraca 27 . Os peixes são descarregados diariamente a partir das 5h da manhã em caminhões frigoríficos.

Na barraca 27, quem atende é Júlio César Garcia, entusiasmado com o início da Feira e com os peixes que desembarcam dos caminhões frigoríficos a partir das 5h da manhã, abastecendo os comerciantes. Ele diz que a partir das 7h já está preparado para receber o público, em busca de peixes inteiros, bem como filés e postas.

Os produtos variam, vão desde Camarão, Tilápia, Pescada, Anjo, Merluza, Bagre, Cação, Corvina, entre outros. Os preços também atendem a todos os perfis de público, nas faixas entre R$ 18 e R$ 40 reais, em média. A Tainha assada, por exemplo, está sendo comercializada por R$ 25 e R$ 30, dependendo do tamanho. Entre os peixes inteiros, além da Tainha, a Corvina também ganha a preferência dos consumidores, principalmente os adeptos do peixe assado na grelha ou churrasqueira.

Tainha

Em seus 3,5 mil metros quadrados, a Feira do Peixe de Porto Alegre deste ano, que se estende até a sexta-feira (19), conta com 51 bancas de pescadores, 4 de entidades representativas do setor, uma banca de peixes vivos e ainda 4 de alimentação, com bolinhos e espetinhos de peixes, além da Tainha assada na brasa.

A Peixaria Japesca, com uma tradição de mais de 50 anos no mercado, participa como apoiadora oficial da 239ª edição da Feira do Peixe de Porto Alegre e está fornecendo cerca de 100 toneladas de Tainha e outras 100 toneladas dos demais pescados, incluindo Salmão e frutos do mar. “A Tainha na taquara é a grande estrela da Feira”, diz Gabriel Mendo da Cunha, CEO da empresa. Otimista, ele diz que a expectativa é de um resultado em vendas este ano em torno de 10% sobre o ano passado. (Clarisse Ledur)

Deixe seu comentário: