Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Polícia Federal combate contrabando de pessoas em São Paulo

Fernando Alonso sofre forte acidente em Indianápolis, mas sai sozinho do carro

Espanhol da equipe McLaren perdeu o controle do Dallara-Chevrolet e bateu com violência. (Foto: Reprodução)

O espanhol Fernando Alonso sofreu um forte acidente nesta quarta-feira (15) durante os treinos livres para as 500 Milhas de Indianápolis. Apesar da violência do impacto na curva 3, o piloto da equipe McLaren saiu do carro alguns segundos depois e andou sem problemas.

Alonso estava atrás de Graham Rahal na saída da curva 3, perdeu o carro, bateu de lado no muro externo e de frente no muro interno, rodou, passou pela grama, voltou à pista e acertou o muro externo de novo. Apesar dos estragos consideráveis no carro, o bicampeão da Fórmula 1 não teve ferimentos.

“A parede veio muito rapidamente. O carro saiu de frente e eu levantei o pé, mas não foi o suficiente. Infelizmente aconteceu hoje e vamos perder tempo. Sinto muito pela equipe, mas esperamos estar prontos amanhã”, disse Alonso.

Agora, Alonso vive a expectativa de voltar aos treinos, mas não sabe se terá de usar o carro reserva. O chassis Dallara destruído no acidente havia sido montado pela McLaren em sua sede na Inglaterra. Já o reserva foi montado pela Carlin, que tem uma base nos Estados Unidos por ter uma equipe na Fórmula Indy, e a McLaren não teve controle na montagem.

Agora, a equipe corre contra o tempo para acertar os dois carros, tanto o titular como o reserva, porque a definição do grid de largada das 500 Milhas será neste fim de semana, sábado e domingo.

Fernando Alonso disputa a prova pela segunda vez e, caso a vença, será o segundo piloto na história, ao lado de Graham Hill, a conquistar a Tríplice Coroa do automobilismo, ou seja, com triunfos em Indianápolis, no GP de Mônaco de F1, e nas 24 Horas de Le Mans.

Nas redes sociais, o espanhol explicou o acidente:

“Erro do meu lado subestimando a aderência na curva 3 hoje. Sinto muito pela equipe e pelos caras que precisam trabalhar muito agora. Lição aprendida. Estaremos de volta mais fortes hoje ou amanhã”, disse.

Volta à Fórmula 1

Alonso sugeriu seu retorno à Fórmula 1 na próxima temporada, já que o espanhol não pretende renovar seu contrato com a Toyota no WEC para 2019/20. Desde sua aposentadoria da F1, Alonso está mais ativo do que nunca. Ele venceu as 24 Horas de Daytona enquanto testou com a McLaren F1 no Bahrein e também em um carro do Rally Dakar. Ele vai correr na Indy500 em maio e nas 24 Horas de Le Mans, um mês depois.

“Eu sinto que preciso recarregar um pouco as baterias”, disse Alonso em novembro passado. “Mas em 2020 pode ser uma temporada completa na IndyCar, uma temporada completa na F1, uma temporada completa em uma série diferente.”

Zak Brown recentemente rejeitou a ideia de Alonso fazer uma temporada completa na IndyCar, apesar da McLaren estar considerando entrar na série em tempo integral já no ano que vem.

Alonso está claramente deixando suas opções em aberto, que pode estar sendo causado pelo aumento de desempenho da McLaren na F1 nesta temporada. No entanto, a nova temporada do WEC começa em pouco menos de cinco meses, o que significa que Alonso terá que tomar uma decisão rapidamente.

“Esperamos anunciar nossos pilotos para a próxima temporada em breve”, disse um porta-voz da Toyota ao ‘Motorsport.com’.

Deixe seu comentário: