Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Petrobrás faz acordo com governo uruguaio e devolverá concessão de duas empresas

Ficou tudo para a Arena: Grêmio e Inter empataram sem gols no primeiro jogo das finais do Gauchão

Como não há gol qualificado, um novo empate leva a decisão do título gaúcho para os pênaltis. (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

Diante de mais de 45 mil torcedores, Inter e Grêmio empataram sem gols na primeira partida da decisão do Campeonato gaúcho 2019. Houve boas chances dos dois lados, mas Paulo Victor e Marcelo Lomba trabalharam bem. Assim, a decisão ficou para esta quarta-feira (17), na Arena.

O jogo começou movimentado. Com menos de 15 segundos, já houve a primeira falta. Dois minutos depois, o Inter chegou à grande área tricolor e reclamou de um suposto pênalti. Antes do 5 minutos, já haviam sido cometidas quatro faltas. O primeiro chute a gol foi colorado. Aos 6, Nico López recebeu na entrada da área e arriscou para fora.

O Grêmio chegou pela primeira vez aos 9 minutos, quando em cobrança de falta de Jean Pyerre, Kannemann cabeceou por cima do travessão. Aos 12, Geromel se empolgou, avançou e arriscou o chute, mandando a bola para longe da meta de Marcelo Lomba. O time do Grêmio adotou a sua tradicional postura: muito toque de bola. Já o Inter esperou um pouco mais, tentando alcançar Guerrero com bolas longas. Aos 18, aconteceu a primeira alteração. O voltante Rithiely sentiu um desconforto e foi substituído por Rodrigo Lindoso.

Aos 21, a primeira grande chance do jogo. Alisson dominou próximo à entra da grande área e, de canhota, acertou o travessão. Quatro minutos depois, Vuaden paralisou a partida devido ao forte calor em Porto Alegre. Na parada técnica, Rafael Sóbis, no banco, recebeu cartão amarelo por reclamação. Aos 32′, Patrick fez boa jogada pela linha de fundo, cruzou para o meio da área, Guerrero desviou e Paulo Victor fez grande defesa.

Nico López, aos 41, recebeu na entrada da área e, novamente, arriscou sem perigo para a meta tricolor. Até a parada técnica, o Internacional estava sendo dominado, mas, na base da força, conseguiu equiparar a partida. Aos 45′, Leandro Vuaden anunciou cinco minutos de acréscimos. E, a primeira rusga entre as equipe demorou para acontecer. Aos 46, Victor Cuesta deixou o braço em Matheus Henrique e o técnico gremista, Renato Portaluppi, invadiu o gramado para tirar satisfação, colocando o dedo “na cara” do argentino.

A segunda metade do jogo começou com o Colorado pressionando a equipe gremista, que teve dificuldades de sair jogando. Aos 9 minutos, André recebeu o primeiro cartão amarelo de seu time, por atingir o rosto de Rodrigo Moledo.

Em seguida, o árbitro Leandro Vuaden consultou, pela primeira vez, o VAR e concluiu que o amarelo para o centroavante do Grêmio estava de bom tamanho. O capitão Maicon, aos 14, chutou de fora da área e a bola passou perto da trave de Lomba. um minuto depois, Nico López deu um carrinho fora de campo em Geromel e levou o cartão amarelo.

Aos 21, a chegada mais perigosa da segunda etapa até então. Everton Cebolinha fez bela jogada pelo lado esquerdo, invadiu a área, mas chutou fraco para a defesa de Marcelo Lomba.

Em contra-ataque, aos 28, Guerrero lançou Nico López na área, que chutou, obrigando Paulo Victor a operar um milagre.

Aos 35, o Inter novamente chegou com perigo. Nico López arriscou de fora da área, Paulo Victor defendeu. No rebote, Guerrero chutou e o goleiro tricolor pegou de novo.

No fim do jogo, o Grêmio recuou, permitindo uma certa pressão da equipe colorada e apostando na velocidade de Everton, Pepê e Tardelli. A equipe tricolor se fechou e os colorados procuraram uma forma de entrar na defesa adversária, mas sem sucesso.

A segunda partida da final do Campeonato Gaúcho 2019 acontece nesta quarta (17), às 21h30min, na Arena do Grêmio. Ninguém possui vantagem, e não há gol qualificado, então, qualquer outro empate leva às penalidades máximas.

Ficha técnica

Inter: Marcelo Lomba; Zeca, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rithely (Rodrigo Lindoso), Edenílson, Patrick, D’Alessandro (Guilherme Parede) e Nico López; Paolo Guerrero (Rafael Sobis). Técnico: Odair Hellmann.

Grêmio: Paulo Victor; Leonardo, Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon (Michel), Matheus Henrique, Alisson (Diego Tardelli), Jean Pyerre e Everton; André (Pepê). Técnico: Renato Portaluppi.

Arbitragem: Leandro Vuaden, auxiliado por Élio Nepomuceno e José Eduardo Calza.

Cartões amarelos: Rafael Sobis, Nico López, Rodrigo Lindoso, Iago (INT),; André, Michel (GRE).

Público total: 45.209 pessoas.

Deixe seu comentário: