A França vence a Bélgica por 1 a 0 e vai para a sua terceira decisão em Campeonato Mundial

O zagueiro Umtiti marcou de cabeça, aos 6 minutos do segundo tempo. (Foto: Reprodução)

Passados 12 anos, a França está de volta a uma decisão de Mundial, após vencer a Bélgica por 1 a 0 no estádio Krestovsky, em São Petersburgo, na tarde dessa terça-feira. O zagueiro Umtiti fez o gol da vitória, de cabeça, após cobrança de escanteio aos 6 minutos do segundo tempo.

Com esse resultado, os franceses enfrentarão o vencedor de Inglaterra e Croácia (que se enfrentam nesta quarta-feira, às 15h). A finalíssima está marcada para o próximo domingo, ao meio-dia (horário de Brasília). Para os belgas, restou a disputa do terceiro lugar, no sábado, contra ingleses ou croatas.

Esta será terceira vez em que a França decide um Mundial em um período de 20 anos. A primeira ocorreu em 1998, ao bater em casa o Brasil, ao passo que a outra ocorreu em 2006, ano do vice-campeonato contra a Itália, na edição sediada pela Alemanha.

O jogo

O primeiro tempo foi bastante movimentado, com maior posse de bola para os belgas e atuações incisivas de Hazard e De Bruyne pelas pontas. Os franceses não ficaram para trás, impondo contra-ataques perigosos, muitos deles puxados por Griezmann mas desperdiçados por Giroud.

Para os goleiros, o trabalho não foi fácil: Lloris defendeu um bom chute de Alderweireld depois de escanteio e Courtois bloqueou com o pé um chute de Pavard com destino certo após tabela com Mbappé.

O placar seria definido logo aos 6 minutos da etapa complementar. Griezmann bateu o escanteio no primeiro pau e o zagueiro Umtiti – camaronês naturalizado francês – completou de cabeça para o fundo da rede de Courtois, abrindo um placar que permaneceria inalterado.

Motivada a se lançar ao ataque, por vezes a Bélgica abusou do “chuveirinho” para o atacante Lukaku, que fez uma partida abaixo das expectativas de que repetisse o ótimo desempenho demonstrado na vitória de 2 a 1 que havia desclassificado o Brasil nas quartas-de-final.

Hazard tentou, De Bruyne cometeu diversos erros e os belgas não conseguiram reagir. Os franceses Mbappé, Griezmann, Matuidi e Pogba continuaram ameaçaram a equipe com contra-ataques, mas o goleiro belga impediu que a vantagem fosse ampliada.

Final de jogo: França classificada para a final e à espera da definição do oponente para o próximo domingo. O técnico Didier Deschamps terá a chance de se tornar o terceiro homem a vencer Mundiais como técnico e jogador. Os outros dois são o brasileiro Zagallo (1958 e 1962 como jogador e 1970 como técnico) e o alemão Franz Beckenbauer (1974 como atleta e 1990 como técnico).

Escalações

A França, sob o comando de Didier Deschamps, colocou em campo Hugo Lloris, Benjamin Pavard, Raphäel Varane, Samuel Umtiti, Lucas Hernandez, N’Golo Kanté, Blaise Matuidi (Corentin Tolisso), Paul Pogba, Kylian Mbappé, Antoine Griezmann e Olivier Giroud.

Já a Bélgica do técnico Roberto Martínez, escalou Thibaut Courtois, Thomas Vermaelen, Vincent Kompany, Toby Alderweireld, Nacer Chadli, Axel Witsel, Kevin De Bruyne, Marouane Fellaini, Jan Vertonghen, Eden Hazard e Romelu Lukaku.

Árbitro da partida: Andres Cunha (Uruguai), auxiliado por Nicolás Tarán (Uruguai) e Mauricio Espinosa (Uruguai).

Deixe seu comentário: