Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Inquérito controverso do Supremo avança com apoio da Procuradoria-Geral da República, ministros da corte e governo

Gigantinho lotado…de solidariedade: pessoas em situação de rua são acolhidas em ação do Inter

Ao todo, foram 2 mil cobertores, 20 mil peças de roupas e 7 toneladas de alimentos. (Foto: TV Pampa)
*Por Bárbara Assmann

 

O clima no Gigantinho, nesta sexta-feira (5), a noite mais fria do ano em Porto Alegre, foi de muita acolhida e solidariedade. O Internacional decidiu abrir as portas do ginásio para receber pessoas em situação de rua, dando a elas abrigo e alimentação. A iniciativa é uma parceria com a Campanha do Agasalho da Prefeitura da capital. E até o maior rival do clube aderiu à ideia: o Grêmio enviou ônibus com doações para o local durante a tarde.

“Houve um encontro fraterno entre gremistas e colorados mostrando que a união da dupla Gre-Nal pode não só ser pacífica, mas também superar e ajudar o problema da vulnerabilidade de pessoas que moram na rua”, disse o presidente do Internacional, Marcelo Medeiros.

A maioria das pessoas recepcionadas eram homens, mas também se via crianças com brinquedos doados. Todos com um olhar de agradecimento, tímidos, sem nem pensarem em reclamar das doações, por mais simples que fossem. “Sempre que tu puder retribuir aquilo que tu tens para as pessoas que são carentes, seja com alimento, roupa, carinho, atenção, eu acho que preenche a alma as pessoas”, destacou o anfitrião da noite.

Atitude essa que o morador de rua Cláudio José Luna da Silva não tem nem palavras para agradecer. Morando na rua desde 2018, ele lamenta: “Eu passei dois dias de frio e é muito triste.”

(Foto: TV Pampa)

O coletivo Cozinheiros do Bem também esteve lá para oferecer alimento aos acolhidos. Foi servida uma sopa, que eles comeram com satisfação, já que, para alguns, aquela poderia ser a única refeição do dia. “Quanto mais doarmos um pouquinho do que temos para aqueles que não tem, vai representar muito para eles”, destacou o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no estado (OAB-RS), Ricardo Breier. A OAB-RS foi uma das instituições que fizeram doações para a ação. Mais de 420 cobertores e colchões foram doados pela entidade, segundo Breier.

(Foto: TV Pampa)

Porém, com a ajuda de todos, os números oficias chegaram a 2 mil em cobertores, 20 mil em peças de roupas e 7 toneladas em alimentos. Números que o presidente colorado destaca como muito importantes: “Várias instituições, inclusive nosso adversário aderiram a esse movimento fez um gesto muito importante.”

(Foto: TV Pampa)

Ao ser questionado sobre uma nova versão da iniciativa, o presidente deixou claro que nada impede de que possa se repetir, mas o objetivo principal foi incentivar a todos para ajudar como puderem: “O mais importante é que a gente desperte isso em outras cidades outras instituições. Fica o exemplo, não se esgota hoje.”

Lembra do Cláudio? Ele comeu, recebeu seu colchão e cobertor quentinhos e, emocionado, agradece a ajuda: “Inter, muito obrigado! Um beijo pra todo o pessoal do Inter, pra todo pessoal que organizou esse trabalho muito importante pra nós.” E concluiu: “Só quem mora na rua sabe que isso é muito importante pra nós.”

 

*Estagiária sob supervisão de Marjana Vargas