Últimas Notícias > Atividades Rurais > Farsul aponta: exportações do agronegócio registram queda de 28% em fevereiro

Google Play tinha 85 aplicativos falsos voltados para a publicidade, que podem ter atingido cerca de 9 milhões de usuários

Ao todo, os programas somados foram baixados 9 milhões de vezes. (Foto: Reprodução)

A Google Play tinha pelo menos 85 apps falsos rodando na Play Store. Isso é o que descobriu o pessoal da Trend Micro, que denunciou os programas à empresa. Ao todo, os programas somados foram baixados 9 milhões de vezes, e entre eles, havia alguns voltados até para o público brasileiro.

De acordo com o post, alguns apps não cumpriam a função que descreviam na loja. Com isso, ao instalar um novo programa, o usuário só recebia um anúncio em tela cheia. Como os apps também tinham a capacidade de rodar em segundo plano, ao expor uma publicidade, ele se fechava sozinho e mantinha o funcionamento, mesmo escondendo o ícone dos usuários.

Com isso, o programa era capaz de mostrar anúncios de forma coordenada sem que o usuário entendesse o motivo. Em um dos casos, o anúncio era mostrado a cada 15 ou 30 minutos. Em outros, a publicidade aparecia toda vez que a pessoa desbloqueava o seu device.

O site destaca o Easy Universal Remote, app que prometia funcionar como um controle de TV universal. Obviamente, ele não cumpria esta função. O programa foi o mais baixado dessa lista, com mais de 5 milhões de instalações de acordo com a loja. Além dele, a seleção conta com jogos, apps de TV e outros.

Pela análise da Trend Micro, os programas não foram criados pela mesma pessoa, exatamente porque contam com APKs diferentes. Contudo, apresentam comportamentos semelhantes e possuem basicamente o mesmo código.

A solução é buscar o app na lista de programas e eliminá-lo de forma manual, já que o ícone deixa de existir na tela. Segundo a Trend Micro, todos os 85 apps foram notificados pela Google e retirados da Play Store. Contudo, é possível que muitos ainda estejam no aparelho de quem já havia feito o download anteriormente.

Google quer te fazer gastar com apps

Quando foi a última vez que você coçou o bolso e pagou por um aplicativo ou comprou algum item digital dentro de um desses serviços? Nunca? Se você é dono de celular Android, saiba que não está sozinho: dados mostram que usuários desse tipo adoram baixar programas para celular, mas, na hora de gastar com eles, nada feito.

O Google sabe disso, mas quer mudar essa realidade para deixar de comer poeira da Apple, quando o assunto é faturamento com produtos digitais.

A gigante usa diversas artimanhas para reverter esse quadro, como dar crédito gratuito para gastar na Google Play, permitir o test-drive de games e até está criando um modelo de assinatura à la Netflix – o sujeito paga uma mensalidade e baixa quantos apps quiser.

Deixe seu comentário: