Últimas Notícias > Colunistas > Fatos históricos do dia 22 de novembro

Governo condena greve que afeta 900 mil estudantes

Em assembleia, professores decidiram paralisar as atividades (Foto: Cpers/Divulgação)

O governo do Estado reagiu ontem, criticando a decisão do Cpers,de dar início a uma greve dos professores da rede estadual, a partir do próximo dia 15. Segundo nota do governo, “a medida é inoportuna, visto que o ano letivo de 2017 se iniciou nesta segunda-feira (6) e a greve afetará diretamente a comunidade escolar, especialmente os mais de 900 mil estudantes.”

915 cursos superiores na degola?

O Ministério da Educação fez ontem uma revelação que está tirando o sono dos gestores de centenas de cursos superiores de todo o país,inclusive no Rio Grande do Sul: ao menos 917 cursos de ensino superior deverão sofrer medidas cautelares do Ministério para melhorar a qualidade de ensino, em virtude do baixa colocação no Conceito Preliminar de Curso uma avaliação conduzida pelo Inep,o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

São considerados desempenhos insatisfatórios conceitos 1 e 2 em uma escala que vai até 5, a nota mais alta. A boa notícia: Universidade Federal do Rio Grande do Sul figura como a segunda melhor universidade do País.

Municípios ainda aguardam eleição

Anuladas por diversas irregularidades, as eleições em seis municípios gaúchos serão realizadas neste domingo,dia 12.Escolherão novos prefeitos e vice-prefeitos Gravataí, Arvorezinha, Butiá, Salto do Jacuí, São Vendelino e São Vicente do Sul.

Medalha da 54ª Legislatura

A vice-presidente da Assembleia, deputada Liziane Bayer (PSB), faz entrega hoje, da Medalha da 54ª Legislatura à presidente da Sociedade Gaúcha de Nefrologia, dra. Cinthia Kruger. Às 11h, no Salão Júlio de Castilhos.

Padilha: recuperado, retorna à Casa Civil

Depois de recebe alta ontem no Hospital Moinhos de Vento,o ministro Eliseu Padilha aproveita para descansar até o final de semana. Padilha já definiu porém, que retorna ao gabinete da Casa Civil da presidência da República, na segunda-feira. Na véspera, o presidente Michel Temer emitira um sinal positivo ao afirmar que aguardava pelo retorno de Padilha.

Deixe seu comentário: