Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Os empresários já consideram a reforma da Previdência aprovada e pedem novas reformas

Homem que cultivava maconha em casa e vendia pela internet é preso em Curitiba

Laboratório de maconha em Curitiba. (Foto: SSP/PR)

Ao atender duas ocorrências de tráfico de drogas em Curitiba na quinta-feira (16) os policiais militares da RONE (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), do BOPE (Batalhão de Operações Especiais) retiraram de circulação tubos de cocaína, invólucros de maconha, pedras de crack e dinheiro foram apreendido e três pessoas acabaram presas. Em outra situação, um laboratório de produção de maconha foi descoberto pelas equipes e um homem foi preso. Ele vendia pela internet.

No primeiro caso, três homens, ao avistarem a viatura policial, começaram a se deslocar em sentidos opostos e agir de maneira suspeita, o que levou os policiais a abordá-los. Com eles, foram encontrados 111 tubos de cocaína, 59 invólucros de maconha, 53 pedras de crack e R$ 343,50 em dinheiro. O trio foi encaminhado à Delegacia Regional de Colombo.

Na outra ocorrência, a equipe se deslocou em apoio aos policiais do 20º BPM (20º Batalhão de Polícia Militar), em uma situação de roubo em andamento no bairro Alto Boqueirão, em uma residência específica. Ao abordar a casa, a equipe se deparou com um pequeno laboratório de produção de maconha, que continha vários vasos com plantas de maconha, além de sementes da droga e tabletes. O proprietário da residência acabou sendo conduzido à Central de Flagrantes juntamente com o material apreendido.

Na última sexta-feira (10) haviam sido apreendidos 700 quilos de maconha em uma propriedade rural do município de Guaraniaçu. A droga foi localizada na “Chácara do Chacrinha”, como é conhecida a propriedade na região, onde também foram apreendidos quatro veículos de origem ilícita.

A maconha estava armazenada dentro de um Jetta, com os vidros da lateral esquerda quebrados, o que facilitou a visualização por parte dos policiais. Em continuidade às buscas foram encontradas três caminhonetes, uma Santa Fé, uma Vera Cruz e uma Sorento.

A caminhonete Santa Fé estava com alerta de furto do município de Getúlio Vargas (RS), desde o dia 14 de abril deste ano. A Vera Cruz possuía alerta de roubo de Porto Alegre (RS), desde o dia 9 de fevereiro. A Sorento também tinha registro de roubo na capital gaúcha do dia 23 de janeiro deste ano.

No momento da ação policial não havia ninguém no local. As investigações continuam com o intuito de identificar e prender o proprietário da droga e da pessoa que estava com os veículos proveniente de crimes.

Drogas sintéticas

Três pessoas foram presas no bairro Barreirinha, em Curitiba, com uma grande quantia de drogas na tarde de quinta-feira (16). A ação foi desencadeada por policiais militares do 20º Batalhão de Polícia Militar, pertencente ao 1º Comando Regional de Polícia Militar.

Segundo o batalhão, os policiais estavam em patrulhamento pelo bairro quando avistaram um rapaz em uma residência que tem várias denúncias de tráfico de drogas. Com o homem foram localizados 30 comprimidos de ecstasy em seu bolso e teria informado aos policiais que estava no local para entregar os entorpecentes.

Na residência, os militares estaduais encontraram em uma mochila haxixe, maconha, skank, MD, ecstasy, LSD, sementes de maconha, quatro balanças de precisão, um martelo, uma faca e diversas embalagens. Na casa também estava um homem de 28 anos.

Ainda segundo a unidade, na casa do primeiro abordado, um homem, de 29 anos, onde estava uma mulher, de 28 anos, foram encontrados mais skank, haxixe, ecstasy, LSD, um cogumelo e R$ 8,2 mil em dinheiro. Foram encaminhados à Central de Flagrante da capital paranaense para os procedimentos necessários.

Ao total foram apreendidas quatro balanças de precisão, R$ 8,2 mil, um martelo, uma faca, 1,235 quilos de maconha, 587 unidades de LSD, 953 comprimidos de ecstasy, um cogumelo, 1,043 quilos de haxixe, 100 gramas de MD, um celular e embalagens.

Deixe seu comentário: