Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Neymar lamenta vaias e admite que queria voltar ao Barcelona, mas afirma: “é página virada”

Intolerância e machismo: pai espanca filha de cinco meses até a morte, por ela ter nascido menina

Essa já teria sido a segunda vez que a criança foi maltratada pelo próprio pai. (Foto: Reprodução/Pixabay)

Um homem espancou a própria filha, de apenas cinco meses de vida, até levá-la a morte. O crime aconteceu em São Lourenço da Mata (PE), e o culpado, de 23 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar da cidade, após a denúncia da mãe da criança. Segundo ela, Augusto Silva da Cruz, o pai, teria agredido o bebê por não aceitar que ela fosse do sexo feminino. Esta foi a segunda vez que ele agrediu a criança. A primeira aconteceu quando ela tinha apenas dois meses, e, na ocasião, foi realizado um registro na Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente (DPCA).
Na última sexta-feira (17), a menina chegou a ser encaminhada ao hospital, com graves ferimentos e lesões na cabeça. No laudo inicial, a mãe justificou os hematomas com uma história de que a criança teria caído. Como o estado dela era grave, a equipe do Hospital Petrolina Campos a encaminhou para outra unidade, mas ela não resistiu aos ferimentos e chegou à emergência pediátrica já sem vida. Essa era a única filha do casal. O funeral do bebê foi custeado pela Secretaria de Assistência Social de São Lourenço.

Deixe seu comentário: