Home > Notícias > Brasil > Corpo de bebê aparece boiando no lago do Parque Ibirapuera

Jovem sobrevive a oito dias em um vulcão comendo ervas e cascas de árvores

Vulcão Popocatépetl, no México (Foto: Reprodução)

Um jovem mexicano de 26 anos sobreviveu a uma terrível história cinematográfica. Ele passou oito dias em um vulcão a quase 4 mil metros de altura, comendo ervas e cascas de árvore, das quais extraía água. Na quinta-feira, ele finalmente foi localizado por socorristas, que o encontraram com sintomas de desidratação.

Agora, José Leonardo Castillo está hospitalizado e se recupera bem, segundo autoridades. Tudo começou quando ele saiu para caminhar sozinho pela área ao redor do vulcão. Ele conhecia a montanha, mas acabou se perdendo desta vez. Ficou preso no meio da vegetação, sem que ninguém soubesse onde ele estava.

Na terça-feira, um grupo de pessoas que trabalha na região ouviu gritos de ajuda que vinham da floresta local. Mas, por falta de recursos, não fizeram nada. Finalmente, na quinta-feira, uma comissão de oito bombeiros se reuniu para os trabalhos de busca.

Castillo foi encontrado após se proteger apenas com a roupa do corpo às temperaturas hostis da região, que podem ficar abaixo de zero durante a noite. Segundo as autoridades, o mexicano estava bem física e mentalmente, prontamente capaz de responder às perguntas de quem o resgatou.

“Ele nos explicou que não sofreu qualquer tipo de ataque de animais, ainda que haja serpentes e coiotes na área”,  conta Juan Carlos García Estrada, diretor de Proteção Civil de Amecameca, em declaração ao jornal “El País”.

Apesar do longo sumiço, não houve notificação do desaparecimento de Castillo. Seus familiares dizem que o jovem tem o hábito de sair para caminhar por dias, sem dar notícias aos conhecidos.

 

Comentários

Notícias Relacionadas: