Últimas Notícias > Capa – Destaques > Casal é encontrado morto dentro de apartamento na zona sul de Porto Alegre; filho é o principal suspeito

Justiça bloqueia bens do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckimin

Ex-governador de São Paulo, Geralo Alckimin, que teve os bens bloqueados pela Justiça. (Foto: Reprodução/Twitter)

A Justiça de São Paulo bloqueou, nesta segunda-feira (15), bens do ex-governador Geraldo Alckmin, e de quatro executivos ligados a empreiteira Odebrecht. Contas bancárias do político também foram congeladas. o limite foi de R$ 39,7 milhões, conforme a decisão do juiz da 13ª Vara de Fazenda Pública do Tribunal de Justiça de São Paulo, Alberto Alonso Munoz.

A ação que solicitou o bloqueio é do Ministério Público paulista e acusa Alckimin de receber R$ 7,8 milhões da Construtora Odebrecht. o ato de corrupção teria ocorrido por meio de doações não declaradas à Justiça Eleitoral, durante a campanha nas eleições de 2014. A empresa Odebrecht também é acusada na ação, que cita nove pagamentos em dinheiro vivo de abril a outubro daquele ano. O texto afirma que os recursos eram repassados em um hotel a um emissário do responsável pelas finanças da campanha do ex-governador.

Deixe seu comentário: