Últimas Notícias > Colunistas > A lei anticrime e os parlamentares

Justiça mantém internação de adolescente acusado pelo ataque em Suzano

O caso aconteceu em março deste ano, em Suzano-SP. (Foto: Rovena Rosa/ Divulgação Agência Brasil)

O adolescente de 17 anos, acusado de ser um dos mentores do ataque à escola de Suzano, continuará internado. A Justiça de São Paulo foi quem manteve a medida. Ele ficará internado por prazo indeterminado e passará por avaliações periódicas de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)

Segundo o Ministério Público, o jovem foi internado após diligências da polícia analisarem o conteúdo do celular e do tablet dele e indicarem a participação no planejamento das mortes. Ele está na Fundação Casa desde o dia 19 de março.

Após a apreensão do adolescente, o advogado de defesa, Marcelo Feller, negou, em entrevista, que ele tivesse qualquer ligação com o crime. O advogado disse, na época, que algumas provas foram vazadas de forma parcial para dar sustentação à tese de participação de uma terceira pessoa no planejamento do atentado.

Deixe seu comentário: