Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Um ministro do Tribunal Superior Eleitoral negou o pedido de um cidadão para que a eleição presidencial fosse adiada até que Bolsonaro se recupere

Lamachia nega pedido de advogados pra pressionar STF em favor de Lula

Presidente da OAB, Claudio Lamachia garante postura isenta da instituição. (Foto Divulgação)

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, o advogado gaúcho Claudio Lamachia informou ontem à coluna que não fará nenhum movimento junto ao STF para pressionar a presidente, ministra Cármen Lúcia, a pautar o julgamento do habeas corpus em favor do ex-presidente Lula.

Em mensagem por WhatsApp à coluna, Lamachia revela que foi procurado por um grupo de advogados, com o pedido para que fosse ao STF pressionar os ministros da Corte. Explicou que “a OAB não serve para defender os clientes dos advogados” e negou o pleito do grupo. Lamachia afirmou que “não tomamos decisão por causa de pressões ou de casos específicos, seja qual for. Agimos estritamente amparados no fiel cumprimento das leis e da Constituição Federal. É importante ter-se a visão de que, em meio a um País que se encontra doente, nenhum tema que veio à pauta do Conselho ao longo destes dois anos dificílimos ficou sem deliberação”.

Valter retorna segunda-feira

Após deixar o hospital, o presidente da Câmara de Porto Alegre, Valter Nagelstein (MDB), recupera-se em casa da cirurgia a que foi submetido. A projeção, com base nos prognósticos médicos, é de retorno às atividades na próxima segunda-feira. Até lá, a vereadora Monica Leal (PP) está presidindo o Legislativo.

Desdobramentos da delação premiada

Pessoas ligadas ao ex-deputado Diógenes Basegio informam à coluna que “independente do sigilo da colaboração premiada, e sem qualquer participação do ex-deputado, novos fatos explosivos relacionados à condutas funcional de ex e atuais deputados estaduais, deverão surgir nos próximos dias”.

Temer quer Rio Grande forte

Impressionou ao governador José Ivo Sartori e a integrantes da comitiva gaúcha que esteve ontem com Michel Temer o entusiasmo com que o presidente demonstrou sua disposição de colaborar para que o Rio Grande do Sul saia da crise financeira em que se encontra. Depois de determinar que seja buscada uma saída legal para a adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, Temer foi enfático ao dizer que “precisamos do Rio Grande do Sul forte”.

Advogados no IPE Saúde

O presidente da OAB gaúcha, advogado Ricardo Breier, comemora o êxito das negociações com o governo e o Legislativo que levaram à aprovação, ontem, da possibilidade de adesão dos advogados ao IPE Saúde, o plano de saúde do Instituto de Previdência do Estado. A medida também fortalece o IPE, ao abrir a perspectiva de 90 mil novos contribuintes. A proposta só foi possível graças a uma emenda do deputado Edu Oliveira, do PSD.

 

Deixe seu comentário: