Últimas Notícias > Capa – Destaques > Brasil cogita sair do Mercosul caso a Argentina não concorde com a redução de alíquotas de importação

Lute como uma garota: conheça a história da jovem gaúcha lutadora de Taekwondo que participou dos jogos Pan-Americanos

Foto: @Jornal_OSul

Por Anna Dalbem*

Com apenas 13 anos, a jovem Raquel Ulian, de Alvorada, esbanja 20 medalhas conquistadas lutando Taekwondo. Tudo começou em 2014, quando a estudante da EMEF Herbert José de Souza, descobriu o amor pelo esporte por meio do programa Mais Educação, que tinha como objetivo ampliar o tempo de permanência dos estudantes na escola com a educação integral. Primeiramente, o projeto começou como uma forma de descontração, mas os alunos ficaram encantados com o esporte e passaram a levá-lo a sério.

Quando ainda tinha 12 anos, Raquel teve força de vontade e coragem para competir nos jogos Pan-Americanos, nos Estados Unidos. A atleta chegou a criar uma vaquinha online, vender rifas e até galetos para arrecadar fundos, já que a Federação Brasileira não disponibiliza recursos para a categoria cadete — que Raquel concorre até os 14 anos. Apenas R$ 400 foram arrecadados. Então, a família da jovem teve que tirar do próprio orçamento cerca de R$ 19 mil para que ela pudesse concorrer em um dos maiores campeonatos do mundo. “Fiquei muito emocionada. Era meu sonho e eu consegui realizar”, conta Raquel.

O esporte, que é diferente das outras modalidades de combate, é uma luta de socos e chutes com a proteção de um colete. Atualmente, a estudante treina cerca de cinco horas por dia em uma academia e possui alimentação específica, além de contar com o apoio de um professor e dois mestres.

A próxima competição que a jovem irá participar é o Brasileirão, que acontece no Rio de Janeiro dos dias 14 a 20 de agosto. Mas, para isso, ela precisa custear a viagem. Se você gostou da história de Raquel Ulian e gostaria de ajudar, clique aqui para acessar a vaquinha online. Caso queira entrar em contato com a escola EMEF Herbert José de Souza, o número de telefone é (51) 3447-3243, com horário de funcionamento das 8h às 17h.

 

*Estagiária sob supervisão de Marjana Vargas