Últimas Notícias > Magazine > Sociedade – Gasparotto

Nova etapa

A máscara “Fantasma da Ópera”, criada por Cattani, o estilista das belas fantasias, assinalou uma festa memorável nas crônicas de Porto Alegre. (Foto: Pedro Antonio Heinrich/especial)

Gasparotto

“A mudança é a lei da vida. E aqueles que apenas olham para o passado ou para o presente irão com certeza perder o futuro.”

 

John Kennedy

 

  • As renovações fazem parte da minha trajetória de cinco décadas na Imprensa, e hoje me despeço deste espaço no jornal O Sul/Rede Pampa. Foi um período de mais de 15 anos em que tive oportunidade de reencontrar companheiros de outras redações e trabalhar com jovens talentos, proporcionando as boas emoções do convívio jornalístico. Inicio as atividades com meu site, que tem sido solicitado pelos leitores e por seguidores no Facebook.
  • Igualmente, vou dedicar minha atenção às exposições que serão realizadas no Shopping Iguatemi, iniciando dia 4 de abril, e no Santander Cultural, em 18 de abril. Ambas comemorando meu tempo de atividade na Imprensa, com a curadoria da historiadora e crítica de arte Paula Ramos.
  • Antecipo uma das escolhas da curadora e também recordo o estilista Dirson Cattani, de quem fui amigo. A realização de uma festa à fantasia em que receberam Cyr Maciel de Sá Livonius e Paulo Lafayte Cruz Livonius, com a costumeira criatividade e bom gosto, me levou ao atelier de Cattani, que criou uma máscara inspirada num clássico da literatura francesa, “O Fantasma da Ópera”, de autoria de Gaston Leroux, sucesso como filme e musical da Broadway. Usei a máscara e uma capa no estilo do misterioso personagem que segue despertando o entusiasmo do público. Fico grato aos leitores!
A máscara “Fantasma da Ópera”, criada por Cattani, o estilista das belas fantasias, assinalou uma festa memorável nas crônicas de Porto Alegre. (Foto: Pedro Antonio Heinrich/especial)
A máscara “Fantasma da Ópera”, criada por Cattani, o estilista das belas fantasias, assinalou uma festa memorável nas crônicas de Porto Alegre. (Foto: Pedro Antonio Heinrich/especial)

 

Pierrô & colombina

A vibrante Glau Barros e o músico convidado, Gelson Oliveira. (Foto: Pedro Antonio Heinrich/especial)

Gasparotto  

“Bandeira branca, amor
Não posso mais
Pela saudade que me invade
Eu peço paz…”

 

Verso da marcha “Bandeira Branca”, de Max Nunes e Laércio Nunes, Lançada por Dalva de Oliveira em 1970.

 

  • A cantora Glau Barros, cujo talento como performer encanta as plateias, repetiu pelo segundo ano o seu CarnaGlau, no Café Fon Fon, em duas apresentações: a primeira, na noite de sexta-feira (24), iniciando o carnaval, e a segunda no sábado.
  • Glau, com uma caracterização que teve aplausos logo ao ficar no foco das luzes, junto aos músicos, escolheu abrir a noite com “Bandeira Branca”, criando o clima de baile de carnaval no estilo romântico que muitos estão buscando nos festejos de Momo. Seguiu com “Estrela do Mar”, portanto mais Dalva de Oliveira, estimulando a plateia que veio para a pista dançar.
  • O Fon Fon estava concorrido, e Marília Rothfuchs e o marido, o advogado Emílio Rothfuchs, estiveram lá na primeira noite aplaudindo. A fotógrafa e pesquisadora Irene Santos – que entre outros trabalhos de repercussão publicou matéria a respeito dos festejos de Momo noutras épocas em Porto Alegre, acompanhou a animação.
  • Os músicos Silfarnei Alves, Marcelo Rocha e Gelson Oliveira receberam muitos aplausos com a cantora que proporcionou os melhores momentos para quem desejava alegria de carnaval na capital vazia e sem festejos.

 

Carnaval no circo

Com a casa cheia, o Cirque Party foi um sucesso completo. (Foto: Cassiano de Souza/divulgação)

Gasparotto  

  • O Cirque Party registrou a maior lotação do Café de La Musique até este domingo (26), e já faz parte do ranking das “mais-mais” desta temporada em Florianópolis, valendo para Santa Catarina. A atraente decoração temática, que se completava com artistas circenses e uma seleção de DJs de alta qualidade, assegurou ao público, de maioria jovem e charmosa, oriunda de vários pontos do Brasil, uma balada memorável.