Últimas Notícias > Notícias > Brasil > “Não criaremos nenhum novo imposto”, afirma o presidente da República

Maia se diz perplexo pela forma como governo demitiu Levy

Rodrigo Maia Maia se diz perplexo com demissão de Levy. (Foto: Câmara dos Deputados)

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse em entrevista ao Estado, ter ficado “perplexo” com o tratamento dado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, ao agora ex-presidente do BNDES Joaquim Levy. Maia afirmou também que o ministro era um quadro de qualidade que tinha a acrescentar para garantir as reformas que o país precisa neste momento.

Levy pediu demissão neste domingo (16), um dia após o presidente Jair Bolsonaro ter dito em entrevista coletiva que o presidente do BNDES estava com a “cabeça a prêmio”. Bolsonaro cobrava a demissão de Marcos Pinto, diretor de Mercado de Capitais do banco.

O presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência, deputado Marcelo Ramos (PR-AM), também criticou a demissão. “O presidente Bolsonaro não entendeu que alguns quadros são suprapartidários. Eles não contribuem com um ou outro governo. Contribuem com o país”, disse. “É uma pena. No fim das contas, quem perde é o Brasil”, finalizou.

Deixe seu comentário: