Últimas Notícias > Colunistas > TRF, Lula e Moro

Médica proíbe que jogadores façam sexo antes das partidas e gera polêmica

Médica Victoria Gameeva proíbe jogadores de terem relações sexuais antes dos jogos. (Foto: Reprodução)

O Spartak Moscou visitou nessa quarta-feira o Liverpool na busca de uma vaga para às oitavas de final da Liga dos Campeões, na Inglaterra. Para manter o foco e o vigor físico, os jogadores foram proibidos pela médica do clube russo de fazer sexo. Ocorre que não deu muito certo para o time que não transou, pois os ingleses fizeram 7 a 0.

Com uma atuação inspirada do brasileiro Phillipe Coutinho, autor de três gols, o Liverpool atropelou o Spartak  e terminou na liderança do Grupo E da Uefa Champions League. O resultado fez os Reds irem aos 12 pontos e garantirem vaga nas oitavas de final ao lado do vice-líder Sevilla, que ficou com nove.

Conhecida por trabalhar em um clube de futebol e também pela sua beleza, Victoria Gameeva afirma que os jogadores devem manter o foco total para a partida e não deveriam ter relações sexuais alguns dias antes do confronto. Claro, que a maioria dos jogadores não concorda com a profissional. Mas ela ainda citou alguns exemplos para defender sua teoria.

“Do ponto de vista médico, o sexo estimula a capacidade de trabalhar apenas nas mulheres”, afirmou. “Mas funciona de outra forma para os homens. Eles devem evitar o sexo dois ou três dias antes do jogo de futebol. Nas artes marciais, se uma mulher lutar cinco ou dez minutos depois de ter relações os resultados serão melhores. Nos homens funciona ao contrário”, diz ela em entrevista à Russian TV.

Médica viraliza

Viktoriya virou sensação mundial após fazer sucesso com fotos de biquíni nas redes sociais. A cada semana, a médica ganha mais seguidores. Ela já foi cogitada para assumir o cargo de Eva Carneiro, no Chelsea, que foi demitida após problemas com o técnico José Mourinho em 2015. Mas apesar das especulações da imprensa inglesa, a jovem permanece no quadro médico do Spartak Moscou.

Masturbação

A modelo Erjona Sulejmani é casada com o jogador suíço Blerim Dzemaili. De origem albanesa, ela foi eleita a esposa mais sexy da Euro 2016, que aconteceu na França. Mas recentemente vem ganhando os holofotes por ser autora de um livro tem dado o que falar. Na publicação, a mulher prometeu “contar tudo o que há por trás do mundo do futebol”.

E a maior polêmica ficou por conta de uma preferência dos jogadores antes das partidas. Segundo a
modelo , para poderem manter suas condições físicas, sem desgastes, os atletas preferem se masturbar ao invés de fazer sexo. “Os jogadores não estão interessados (no sexo antes dos confrontos). Muitos escolher ‘faça isso sozinho'”, disse.

Mas antes de se casar com o meia do MontrealImpact, do Canadá, Erjona Sulejmani afirma que nunca tinha se imaginado ao lado de um jogador. “Eu nunca sonhei em me casar com um atleta de futebol. Na verdade, eu os afastei”, comentou. Como esposa de um boleiro, ela afirma se inspirar na ex-Spice Girls, Victoria, casada com David Backham.

Deixe seu comentário: