Últimas Notícias > Notícias > Brasil > General do Alto Comando já disse que o Exército Brasileiro não tem candidato

Médico responderá por crimes na ditadura

O médico general reformado do Exército Ricardo Agnese Fayad, 77 anos, terá de responder pelos crimes de tortura cometidos na época da ditadura militar. A 8ª Vara Federal Criminal do RJ aceitou  a denúncia em que o ex-oficial é acusado de participar de sessões de tortura contra o militante político Espedito de Freitas entre os dias 10 a 22 de novembro de 1970.

Deixe seu comentário: